Sábado, 29 de abril de 2017.
Notícias
Atualizada em 13/08/2013
Jackson visita obras do Espaço Zé Peixe
O projeto arquitetônico foi desenvolvido por técnicos da própria estrutura do Governo e a obra está orçada em R$ 1,1 milhão
Fotos
Uma área que se encontrava em estado de degradação e que se transformará num novo ponto de tração turística, valorização da paisagem do rio Sergipe e ainda homenageará uma personalidade histórica da sociedade sergipana. Este é o contexto que envolve a criação do Espaço Zé Peixe, idealizado a partir de uma iniciativa do governador Marcelo Déda, e cuja obra de implantação, já iniciada, foi visitada na manhã desta quarta-feira, 7, pelo governador em exercício, Jackson Barreto.

O novo espaço contará com lojas, lanchonete, café, mirante urbanizado com vista para o Rio Sergipe com bancos, jardineiras e estátua de bronze remetendo à figura do homenageado mergulhando no rio. O projeto arquitetônico foi desenvolvido por técnicos da própria estrutura do Governo e a obra está orçada em R$ 1,1 milhão.

O local terá palco para manifestações artísticas, além de espaço para a implantação do Memorial Zé Peixe, onde serão expostos itens relacionados com sua vida, como fotografias, pertences e obras de arte que evoquem sua memória, contando sua história às futuras gerações. A urbanização externa prevê largo em homenagem a Jackson de Figueiredo que dá nome ao antigo terminal hidroviário. A previsão para conclusão é para o início de 2014.


Resgate Histórico
“Essa foi uma ideia muito feliz do governador Marcelo Déda ao propor a transformação dessa área, que abrigava o antigo terminal hidroviário, num espaço de lazer, difusão cultural e atração turística, homenageando uma personalidade intimamente ligada ao rio Sergipe, que foi o notável Zé Peixe”, declarou o governador em exercício, Jackson Barreto, referindo-se ao prático sergipano falecido em abril de 2012.

De acordo com Jackson Barreto, transformar a área que se encontrava degradada num local aprazível e de representatividade de um dos ícones da sergipanidade, é uma iniciativa muito feliz do Governo do Estado. “Transformar aquela área, que era um depósito de lixo depois que o terminal encerrou suas atividades e representava uma agressão à beleza da cidade e aos aracajuanos, numa área bucólica, de interesse turístico com lojas de artesanato, um café e uma área para eventos culturais, num local que tem como pano de fundo o rio Sergipe, será mais uma conquista para todos os sergipanos”, afirmou o governador em exercício, remetendo-se também ao interesse turístico de áreas como o Mercado Municipal, o Museu da Gente Sergipana e o Palácio-Museu Olímpio Campos, todos na área central da cidade.

Perspectivas
O secretário de Estado da Infraestrutura, Valmor Barbosa, que acompanhou a visita e explicou todos os detalhes técnicos ao governador em exercício, informou que este equipamento urbano dará prosseguimento à estratégia de dinamizar a movimentação do Centro da cidade com espaços de lazer, difusão cultural e atração turística. “Nós fizemos a adequação de um projeto anterior que previa uma base para a polícia, que não deu certo, e graças à ideia do governador Marcelo Déda, à época, ainda consternado com o falecimento de Zé Peixe”, relembrou o secretário.

“Fizemos um novo projeto, dialogando com a paisagem e contendo ícones que remeterão ao mar e ao rio e, além de um espaço contemplativo, também teremos aqui um espaço para exposições, quatro lojas, um café, lanchonete, dentre outros equipamentos, além do largo que faremos na área voltada para a avenida, que se chamará largo Jackson de Figueiredo, já que esse espaço anteriormente chamava-se terminal hidroviário Jackson de Figueiredo”, explicou Valmor Barbosa.

O secretário também chamou a atenção para uma obra realizada pela Prefeitura de Aracaju, localizada bem em frente, que é a recuperação do prédio histórico da antiga Anfândega, que também será um espaço cultural. “Se analisarmos do ponto de vista da ambiência urbana, teremos um aspecto de valorização cultural que visa dar uso ao Centro da cidade, que é uma tendência seguida hoje nas grandes cidades para reverter uma tendência de esvaziamento das áreas centrais. O Governo do Estado vem realizando investimentos significativos nesse sentido”, argumentou.

Participaram da visita, os secretários de Estado da Casa Civil, Silvio Santos, da Comunicação, Carlos Cauê, o presidente da Companhia Estadual de Obras Públicas (Cehop), Antônio Carlos dos Santos, o presidente do Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária (DER), Antônio Vasconcelos, técnicos da empresa responsável pela obra, membros da administração estadual e representantes da imprensa sergipana.
 
 
Secretaria de Estado da Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano - Seinfra
Rua Vila Cristina, 1051 - Bairro São José - Aracaju/SE - CEP: 49020-150
PABX: (79) 3198-5300 / Email: gabinete@seinfra.se.gov.br
© 2016 Seinfra. Todos os direitos reservados.