Quarta-feira, 24 de maio de 2017.
Notícias
Atualizada em 17/06/2013
Sergipe tem um dos maiores investimentos em rodovias do país
Em seis anos foram investidos cerca de R$ 700 milhões para manter, ampliar, reconstruir e implantar mais de 1400 km de estradas
Fotos
Por Hugo Sídney, repórter da ASN.

Um investimento consistente e consorciado com um dos princípios basilares da administração estadual: a promoção do desenvolvimento. Assim, o Governo do Estado vem realizando o que já pode ser considerado, proporcionalmente, um dos maiores investimentos em infraestrutura rodoviária do país e, de longe, o maior já visto na história de Sergipe atingindo todas as suas regiões e proporcionando a dinamização de cadeias produtivas, o estímulo a investimentos e, sobretudo, o benefício à qualidade de vida da população sergipana. Do início da administração, em 2007, até 2013, cerca de R$ 700 milhões foram investidos na manutenção, melhoramento, reconstrução e implantação de estradas e rodovias, proporcionando a intervenção em mais de 1.400 quilômetros.

De uma das primeiras obras realizadas, a recuperação da rodovia SE-100, no trecho entre Pirambu e Japaratuba, ainda em 2007, até os dias atuais, o que se pode constatar é uma verdadeira revolução no quesito rodovias estaduais em Sergipe. Obras marcantes como a Rota do Sertão, com seus 216 km beneficiando diretamente 10 municípios e inúmeros povoados, passando pela Rota da Integração, com seus 111 km, e também beneficiando diretamente outros 10 municípios, além da rodovia Lourival Baptista, artéria fundamental para a região Centro-Sul e uma das mais movimentadas do estado, são a prova inconteste do compromisso com o desenvolvimento, com o aprimoramento logístico necessário ao escoamento dos produtos locais e ao surgimento de novas iniciativas.

Marketing
A ação comprometida do Governo do Estado tem feito até surgir novas referências que são sabiamente utilizadas por alguns administradores, como é o caso do prefeito de Barra dos Coqueiros, Airton Martins, que costuma citar em seus discursos que “a Barra é o único município do Brasil que conta com todas as rodovias estaduais em seu território 100% iluminadas”. É fato. Desde a descida da ponte Aracaju/Barra, até o município de Pirambu a rodovia (SE-100) recebeu iluminação completa, além de uma notável reconstrução que a elevou a outro padrão oferecendo comodidade e segurança, graças a uma parceria com a Petrobras. Do mesmo modo a rodovia SE-240 (Porto/BR 101), que atravessa parte do município de Barra dos Coqueiros e Santo Amaro das Brotas, oferece uma nova condição com muito mais segurança.

Outro exemplo é a rodovia Vaca Serrada/Niterói, em Porto da Folha, que dá acesso a um famoso local de lazer na região, às margens do rio São Francisco, bem como a rodovia Pontal/Convento, no município de Indiaroba, que já foi alvo, inclusive, de uma pesquisa do Ministério do Turismo, pelo potencial de exploração oferecido em toda a região.

Sonhos Realizados
Outra grande conquista que é evidenciada com a construção de uma estrada é a realização dos anseios dos moradores da região. Edificações como a rodovia Propriá/Neópolis, bem como a rodovia Neópolis/Ilha das Flores, que homenageia um ícone na defesa dos trabalhadores do campo, Dom José Brandão de Castro, também revelam a importância dos compromissos assumidos pessoalmente pelo governador Marcelo Déda com as respectivas comunidades. A partir destas rodovias, o que se pode ver é a valorização imobiliária, o surgimento de novos empreendimentos e a evolução econômica e social começando a acontecer.

“Quando se implanta uma estrada nova, ou restaura uma que estava danificada, ali está semeada a possibilidade do ressurgimento de uma região”, afirma o secretário de Estado da Infraestrutura, Valmor Barbosa, um executivo elogiado até pelos mais ferrenhos opositores do governo por seu pragmatismo e dinâmica em tocar obras.

De acordo com o secretário, a partir deste investimento estratégico e decisivo estimulado pelo governador Marcelo Déda, o que se pode ver é a evolução através da atração de novos investimentos em regiões que se encontravam relegadas a uma situação de exclusão. “Certamente, das 120 novas empresas que chegaram ao estado nos últimos cinco anos, muitas delas decidiram fazê-lo pelas condições logísticas que encontraram para escoar suas respectivas produções. A expansão imobiliária que verificamos em diversas localidades está, inevitavelmente, associada à chegada da infraestrutura rodoviária no local, pois todo o desenvolvimento começa tendo-se por onde chegar”, aponta o secretário.

Ainda segundo Valmor Barbosa, a partir de um mapeamento das carências do estado realizado pelo governador Marcelo Déda, avaliando se há setores produtivos, ali é programada uma intervenção. “Esse planejamento estratégico é que faz com que as empresas comecem a ‘enxergar’ o potencial das referidas localidades”, descreve o secretário.

Investimentos marcantes, nesse sentido, foram realizados em localidades que se encontravam praticamente esquecidas por sucessivos governantes, a exemplo das rodovias Santa Rosa de Lima/ Moita Bonita, de Tobias Barreto ao povoado Montes Coelho, além de obras revolucionárias para interligar municípios estratégicos como Carira e Nossa Senhora da Glória.

Visão Estratégica
Dentre o vasto elenco de obras de infraestrutura rodoviária executadas na atual administração, algumas chamam a atenção pelo atendimento a antigas reivindicações da população e por terem sido prometidas diversas vezes pelos governantes do passado. Uma destas é a rodovia que já está praticamente pronta, restando apenas cerca de um quilômetro para a sua conclusão, que é a rodovia Sítios Novos/Santa Rosa do Ermírio, em Poço Redondo, um investimento de R$ 16 milhões, num total de 28 km.

A partir da leitura de um relatório econômico que apontava a importância da cadeia produtiva do leite naquela região (com a produção de cerca de 30 mil litro/dia), o governador Marcelo Déda priorizou a construção dessa estrada, o que representou uma conquista histórica para os moradores, pequenos produtores e comerciantes que atuam na região.

“Estamos concluindo os serviços de acordo com o regime de chuvas que, graças a Deus começou a cair no Alto Sertão Sergipano”, explica o presidente do Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária (DER), Antônio Vasconcelos. Segundo ele, as chuvas que têm se intensificado na região, embora muito aguardadas pelos moradores, trazem algum retardo para a execução dos serviços de pavimentação asfáltica.

“Após a chuva, necessitamos de cerca de cinco dias de sol para que possamos retomar o serviço”, completa o presidente, que também destaca a importância dos quase R$ 13 milhões investidos em novos equipamentos e estrutura do DER para acompanhar a dinâmica das obras realizadas. “Já temos bons resultados para apresentar com conquistas históricas, comparativamente. Mas nosso horizonte é sempre buscar avançar, sabendo que ainda há muito a fazer”, vislumbra o presidente.

O investimento em pontes, outra marca do Governo do Estado, também já mostra frutos como a dinamização do fluxo turístico, através do principal polo emissor de turistas para Sergipe, que é a Bahia, além da valorização imobiliária sem precedentes que hoje atinge todo o litoral Sul, a partir da inauguração() da ponte Joel Silveira.

Comodidade e Segurança
Quem tem bons motivos pra comemorar efetivamente são os moradores que já contam com uma estrutura que oferece comodidade e segurança onde havia, há alguns meses, um panorama de poeira no inverno e de lama na época chuvosa, como a atual. “Eu nem quero lembrar do que passávamos aqui. Todo aquele pó natural da estrada se transformava numa lama pegajosa e escorregadia. Era horrível”, relembra a professora Wesla Mota, 25 anos, nascida num sítio às margens da rodovia e que continua fazendo o trajeto semanalmente para visitar os pais ainda residentes no local.

Grávida de sete meses do seu primeiro filho, ela hoje reconhece a importância da ação do governo em promover a construção da estrada. “Eu andava muito de moto na minha infância e adolescência. Nessa época era perigoso e o risco de queda e a sujeira eram constantes. Eu nem consigo imaginar como estaríamos se não fosse essa obra do governo. Todos os moradores agradecem por essa grande realização do governador Marcelo Déda”, reconhece a futura mãe, que hoje trafega no seu automóvel, com conforto, ao lado do seu marido, numa pista que já conta com sinalização vertical e horizontal e toda a estrutura de segurança sobre uma camada de quatro centímetros de asfalto que, brevemente, estará totalmente concluída.

Profissionais que trafegam frequentemente pelo local também fazem questão de reconhecer e elogiar a ação do governo. “Eu tenho 22 anos e ando aqui desde pequeno. Nunca vi tantos serviços nas estradas como nos últimos anos. Hoje eu faço em meia hora um roteiro que levava mais de uma hora e meia para completar”, reforça o eletricista Diego da Silva, que realiza serviços de manutenção em residências e pequenas empresas entre Poço Redondo e Santa Rosa do Ermírio.

Já o motorista Rubens da Silva, que trafega pela Rota do Sertão e vai semanalmente a Santa Rosa do Ermírio também tem motivos para reconhecer a importância da ação governamental. “Aqui tínhamos uma estrada que gerava tensão pelos atrasos, desconfortos e risco de prejuízo com a quebra de alguma peça do caminhão. Era crítico e hoje se tornou uma maravilha”, argumenta o motorista que, há oito anos, semanalmente, leva lubrificantes e insumos a empresas e pequenas propriedades ao longo da nova pista.

Eficiência e Segurança
O investimento nas rodovias também trouxe a reboque a dinamização de uma cadeia produtiva que hoje emprega milhares de pessoas no interior do estado, as cooperativas de transporte. Com a revolução proporcionada pela Rota do Sertão, por exemplo, todas as sedes municipais entre o Agreste e o Alto Sertão contam com linhas regulares do chamado transporte alternativo, oferecendo mais uma opção eficiente para a locomoção da população.

“Nós aqui, por exemplo, levávamos quase 50 minutos para chegar à Itabaiana. Hoje, esse roteiro é feito em 20 minutos. Isto fez com que a cooperativa se fortalecesse e o investimento que fizemos desse retorno. Além disso, a nova estrada diminuiu sensivelmente os custos de manutenção que tínhamos com as quebras de molas, peças de suspensão e pneus”, afirma Antônio de Lima, que há oito anos é motorista da linha entre Itabaiana e Ribeirópolis da Cooperativa de Transporte do Sertão, Coopersertão.


Incentivo Econômico
Com o incentivo econômico através das novas atividades dinamizadas com o benefício de uma nova estrada, diversos segmentos percebem as melhorias. Uma das demonstrações disso foi explicitada pelo empresário e ex-presidente da Associação Comercial de Itabaiana, José Carlos Tavares, que há 10 anos comanda a conhecida churrascaria Riacho Doce, às margens da BR-235, em Itabaiana.

“Na mesma semana que foi inaugurada a Rota do Sertão, já começamos a perceber uma melhoria do nosso movimento, uma vez que muitas pessoas decidiram fazer o roteiro turístico até Canindé de São Francisco por uma pista renovada e mais segura. No retorno, muitos param aqui. Precisamos de muitos outros investimentos para tornar nossa economia muito mais competitiva e aumentando cada vez mais o ‘celeiro’ de empregos que é Itabaiana”, afirmou o empresário, com foco numa evolução permanente.

Novas Pistas
Também já estão prontas e brevemente serão oficialmente inauguradas as rodovias Canhoba/Aquidabã (20 km), num investimento de R$ 19 milhões; Tomar do Geru/Itabaianinha (18km), num investimento de R$ 12 milhões; a rodovia Siriri/Divina Pastora (10 km), num investimento de R$ 7,9 milhões, além da rodovia ligando Rosário do Catete a General Maynard (8 km), fruto de um investimento de R$ 5 milhões.

Toda essa estratégia de desenvolvimento foi coroada com a recente sanção da lei que autoriza o Estado de Sergipe a contratar a operação de crédito do programa Proinveste, cujo Plano de Trabalho contempla a realização de diversas obras de infraestrutura rodoviária que consolidam, definitivamente, o papel divisor de águas da atual administração estadual que, cumprindo o seu papel, deixa marcas indeléveis na história do desenvolvimento sergipano.
 
 
Secretaria de Estado da Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano - Seinfra
Rua Vila Cristina, 1051 - Bairro São José - Aracaju/SE - CEP: 49020-150
PABX: (79) 3198-5300 / Email: gabinete@seinfra.se.gov.br
© 2016 Seinfra. Todos os direitos reservados.