Segunda-feira, 22 de outubro de 2018.
Notícias
Atualizada em 16/04/2018
Governo por meio da Seinfra entrega obras estruturantes em Sergipe
Fotos
Obra de infraestrutura que leva mobilidade urbana, cria novas vias e rodovias, leva modernidade e valor para a educação, agrega ao esporte e lazer, enaltece a cultura do nosso Estado foram essas áreas que foram contempladas nas últimas semanas com obras entregues pelo Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura e do Desenvolvimento urbano (Seinfra).

“Foi uma maratona de inaugurações que começou no dia 17 de março com a obra do Largo da Gente Sergipana, que foi entregue no dia do aniversário da nossa cidade enaltecendo a cultura e turismo do nosso Estado. E, em seguida foram obras em vários seguimentos que contribuem significativamente com o desenvolvimento do estado”, disse Valmor Barbosa.

Avenida Etelvino Alves de Lima
O governo de Sergipe investiu R$ 71.687.973,00 na execução da obra, R$ 47.385.472,00 foram utilizados na construção do novo viaduto e da avenida, que tem 3,57 km, bem como na interligação das avenidas Rio de Janeiro e Gasoduto e na implantação de todos os acessos, que compreendem a construção de um eixo em concreto armado e demais acessos do viaduto Manoel Celestino Chagas.

Os demais recursos foram aplicados no descarte dos resíduos e demolição de edificações e outras intervenções complementares, como instalação de iluminação e relocação de rede de saneamento básico e construção da ciclovia. Para o pagamento das 101 indenizações, mais R$ 24.302.501,00 foram utilizados.

A obra consistiu na implantação de uma via com duas pistas duplas, interligando a Avenida Rio de Janeiro com a Avenida Gasoduto, no Conjunto Orlando Dantas, e todos os seus acessos, inclusive com a construção de duas pontes sobre o rio Poxim com extensão de 80,60 metros e construção de ciclovia, canteiro central, passeios, acostamentos e iluminação. A interligação das avenidas recebeu uma iluminação com 83 postes cônicos retos de 13 metros de altura e lâmpadas vapor de sódio de 400 w.

Zeza dos Santos, que mora no Orlando Dantas já usufrui da nova via. “Essa obra valorizou demais minha região que é o Orlando Dantas, e além de tudo faço o percurso caminhando para o trabalho, meu filho sai de bicicleta já sai na Avenida Rio de Janeiro por essa ciclovia ótima, só tenho a agradecer porque essa obra mudou o cotidiano da gente”, disse Zeza.

Outra grande obra que mudou o cenário da Zona Norte da capital foi a duplicação da Avenida Euclides Figueiredo, o mais novo corredor viário de ligação da região metropolitana via zona norte e o centro da capital - e o primeiro calçadão da periferia de Aracaju, os investimentos chegaram a R$ 37 milhões. A duplicação da Avenida Euclides Figueiredo foi dividida em dois eixos: o corredor viário e a construção do calçadão com a área de lazer. A Euclides Figueiredo foi duplicada da cabeceira da ponte que liga Aracaju ao Conjunto Marcos Freire, em Nossa Senhora do Socorro, até a Avenida João Rodrigues, no centro da cidade.

A intervenção no Porto D”Anta integra o Programa Pró Transporte do Ministério das Cidades e é um marca da mobilidade urbana da capital. A avenida de 4.300 metros, conta com uma ciclovia em toda sua extensão. Foi implantada rede de distribuição de água (1.500m); execução de drenagem pluvial (1.515m); construção de passeios em concreto polido (4.100m); execução de meio-fio em concreto pré-moldado (14.700m); instalação de piso táctil em concreto (1.890 metros), instalação de 44 rampas para pessoas portadoras de deficiência; pavimentação em asfalto em área total de 72.600m²; sinalização viária; adequação da rede elétrica com a aposição de 35 postes com quatro pétalas, cada, com lâmpadas com valor de sódio de 400 w. Ao longo da duplicação foram construídos seis abrigos de ônibus e plantadas 540 árvores e arbustos e mais 22.000m2 de grama.

Duplicação e construção das áreas de Lazer da Euclides Figueiredo
No calçadão da Avenida Euclides Figueiredo foram construídos dois postos policiais, um posto médico, duas quadras poliesportivas, três quadras de vôlei de praia, dois parques infantis, um campo de futebol, dois quiosques para venda de cocos, doze quiosques de convivência, oito quiosques com mesas de dama e xadrez, uma pista de skate com oito rampas, ralf de skate, anfiteatro, bicicletários, mirante, quadra de basquete de rua.

A área de lazer possui 50 postes com quatro pétalas cada e lâmpadas de valor de sódio de 400w, pista de cooper em concreto com 900 metros de extensão. Possui ainda estacionamento em pavimentação asfáltica e em paralelepípedo para 130 carros, árvores, arbustos e gramíneas. Foram plantadas ainda 5.260 árvores e arbustos.

“São duas grandes obras importantíssimas para mobilidade urbana da capital. Somando são mais de R$100 milhões em investimentos que vão contribuir significativamente para a fluidez do transito, para crescimento e desenvolvimento da cidade em geral, como também o Governo proporciona esse belo cartão postal na zona Norte de Aracaju, mostrando a sensibilidade de um governo que é para todos” explicou Valmor Barbosa, secretário de Estado de Infraestrutura.

Além do belo cartão postal da área a Euclides Figueiredo, o Governo do Estado por meio da Seinfra em parceria com o Instituto Banese proporcionou uma belíssima obra que enaltece a cultura sergipana. A instalação artística urbana integrada à paisagem natural do rio Sergipe e ao Centro Histórico de Aracaju fortalece a identidade cultural do povo sergipano e contribui com o potencial turístico do estado.

Ginásio Esportivo Chico Canta Galo em Itabaiana
Nesse período também foi inaugurada obra no interior para incentivo do esporte e lazer. A população de Itabaiana acabou de receber o segundo maior ginásio do interior do Estado e um dos mais modernos do Nordeste o Ginásio Poliesportivo Chico do Cantagalo.

Tendo investimentos na ordem de R$ 16.000.000,00 provenientes do Programa Sergipe Cidades, que é resultado da parceria entre o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Governo de Sergipe, o ginásio está localizado entre as ruas Coronel Sebrão, Leandro Maciel e Coronel José Ribeiro, possui 5.558,67 m² de construção em uma área de 21.973,15 m².

A imponente edificação consiste em uma estrutura com 16 pilares em vários níveis, cada um com 12 metros de altura, arquibancadas em 11 níveis com guarda-corpo de proteção e guarda-corpo metálico e capacidade para 2.546 lugares, sendo 2.396 nas arquibancadas, área para 30 cadeirantes e 120 lugares na tribuna, piso de alta resistência, de concreto desempolado e concreto polido, banheiros e vestiários, cabines para os profissionais de imprensa, além de modernos sistemas de água, esgoto, drenagem e incêndio. O ginásio segue os padrões nacionais em construções do gênero, sendo o seu piso sintético monolítico e flexível de poliuretano PU e, como forma de homenagear os moradores, as cores do piso são as mesmas da bandeira do município. A cobertura é de telha em alumínio ondulado e na iluminação foram utilizadas luminárias industriais sem vidro e alojamento redondo.

A área externa possui 9.267 m² de pavimentação com bloco intertravado, o estacionamento capacidade para 220 veículos, bicicletários, e em todo o entorno, 16 postes de concreto com luminárias de quatro pétalas assegurará a iluminação além de sinalização vertical e horizontal. O direito a acessibilidade às pessoas com dificuldades de locomoção foi garantido com a construção de 16 rampas estrategicamente posicionadas, aplicação de piso táctil, construção de sanitários exclusivos para pessoas com mobilidade reduzida e uma rampa na entrada principal.

O projeto paisagístico contempla 1.410 unidades de plantas de várias espécies e 3.337 m² de grama verde-esmeralda, sendo que as diversas árvores existentes no terreno foram preservadas. O público e os veículos terão acesso por uma entrada principal, porém, foram construídas outras duas para fins específicos, como ambulâncias, veículos para descarga de equipamentos, entre outros.

Rodovia
Mais uma obra pensada com visão de futuro na mobilidade urbana também foi entregue, a Rodovia Leudes Alves dos Santos (Rodovia SE-204), que liga Propriá a Japoatã, um sonho antigo da população da região. A nova via possui 14,86 km de extensão e encurtará a distância dos dois municípios em aproximadamente 20 km.

O investimento de R$ 14.030.645,94, recursos oriundos do Proinveste. A via segue o novo padrão estabelecido para rodovias estaduais, com 30 metros de faixa de domínio, 06 metros de pista de rolamento e com 1,5 metros de acostamento em cada lado da estrada.

“Quando o governador determinou que nós fizéssemos o estudo dessa obra, pensamos de maneira macro. Por exemplo, quantos municípios vão ser beneficiados com essa estrada. Você encurta distâncias, oferece mais segurança, mais mobilidade. E, como bem falou o governador, nós estamos fazendo a obra de Pirambu/Pacatuba, que na hora que ela estiver pronta vai ter essa ligação com essa estrada. Tudo isso é um estudo de maneira macro, dessas rodovias com as pontes, com essa infraestrutura rodoviária. Não adianta fazer uma obra, ligar um município a outro e ela ficar perdida no meio do universo. Temos que fazer interligando, isso é um quebra-cabeças. O governo fez, ao longo desses 10 anos, mais de 400km de rodovias novas e restaurou mais de 500km. Ou seja, mais de R$800 milhões em rodovias. É planejamento, vontade e sensibilidade do governo para que a gente, cada vez mais, transforme a vida da população. É o que temos feito”, explicou o secretário de Estado da Infraestrutura, Valmor Barbosa.

O secretário destacou ainda a importância de ter se pensado macro com esta rodovia. “Então essa obra é importante, a rodovia Pirambu- Pacatuba, na hora que você junta este quebra cabeça, nos já fizemos uma ponte sobre o Rio São Francisco ligando Brejo Grande que pode ligar futuramente até Alagoas e aí a gente faz com que essa região se desenvolva muito mais, e quando construída essas novas vias, ninguém mais vai passar pela BR 101, todo mundo vai passar por aqui, então a importância dela é que da inicio a esse quebra cabeça das rodovias Pirambu- Pacatuba e a ponte do Rio São Francisco”, conclui o secretário.

Centro de Criatividade
Outra obra que movimenta o turismo e a cultura da capital entregue foi a reforma do Centro de Criatividade a obra recebeu investimento de R$ 3,9 milhões. O espaço será gerido pela Secretaria de Cultura, que atuará de forma compartilhada com a comunidade da região, moradores dos bairros Getúlio Vargas, Cirurgia e da Comunidade Quilombola da Maloca.

A notícia alegrou a moradora do bairro Getúlio Vargas Eliude Teixeira, que durante a visita do governador às dependências do espaço, solicitou diretamente a Belivaldo esse benefício. "Para que a gente venha frequentar o espaço é preciso mais tranquilidade, segurança, de forma que a gente fique despreocupada. A gente vem pra ter um lazer e vir pra cá assustada, com medo da violência, não tem como. Além disso, se deve ter um bom aproveitamento do espaço, estou muito feliz com a reforma o local ficou lindo e é uma terapia vir pra cá".

O anfiteatro conta com arquibancada com capacidade para cerca de 1.000 pessoas, palco com 110m², três camarins masculinos e três femininos e sanitários. O espaço terá duas quadras: uma polivalente, com 3,90m² e arquibancada com capacidade para 380 pessoas, e uma de voleibol, com 160m² e arquibancada com capacidade para 130 pessoas.

A área de lazer ampla dispõe de mesas de xadrez e de dama, e um parque para crianças com brinquedos e bancos de concreto em toda a praça. No espaço cultural, o auditório com capacidade para 110 pessoas foi reformado, assim como as salas para oficinas e atelieres.

A estrutura metálica da cobertura do espaço cultural foi recuperada, foi feita a revisão das esquadrias e foram implantados novos sistemas de climatização, de Proteção contra Descargas Atmosféricas, de Irrigação e Sonorização - isolamento acústico. Foram implantados pisos em concreto desempolado e em paralelepípedo e o muro no entorno do centro foi recuperado. Foram instalados rampas de acesso para deficientes, guarda-corpo e corrimão.

Estádio de Futebol Roberto Silva Alves de Pedrinhas
Também foi entregue em Pedrinhas um o Estádio de Futebol Roberto Silva Alves. Tendo investimento na ordem de R$ 2.215.039,66 provenientes do Programa Sergipe Cidades, que é resultado da parceria entre o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Governo de Sergipe, Seinfra, a obra além de moderna já está modificando o cenário esportivo no município a 95 km de Aracaju.

o estádio tem 15.859,73 m² de área construída em um total de 22.223,89 m² e é cercado por um muro revestido, tendo dois metros de altura em toda a sua extensão e três metros por trás das traves. A edificação do espaço é composta por uma sala destinada à administração, duas bilheterias, dois depósitos, um vestiário para juízes e dois para jogadores, dois sanitários masculinos, dois masculinos e outros dois exclusivos para os jogadores. Em toda a área foi aplicada pavimentação em piso de alta resistência e concreto desempolado, revestimento cerâmico nas áreas molháveis e instalados extintores de incêndio em áreas estratégicas.

O acesso às dependências é feito por uma entrada principal destinada à equipe técnica (jogadores, juízes, profissionais administrativos e honrarias), duas entradas laterais destinadas ao público e duas saídas laterais, além de uma saída específica para ambulância e veículos de apoio. O complexo possui serviço de drenagem e sistema de tratamento de efluentes. Em pavimentação granítica, o estacionamento possui 62 vagas e, na área externa foram plantadas seis palmeiras imperiais e 57 arbustos ornamentais diversificados.

A acessibilidade é assegurada com a implantação de piso tátil direcional, placas de sinalização e rampas de acesso às pessoas com dificuldade de locomoção. A iluminação é composta por quatro postes de 16 metros cada um, com cinco refletores de 1000 watts implantados na área interna e dois postes de quatro pétalas no estacionamento. O interior do estádio é dotado de luminárias de primeira qualidade e lâmpadas de emergência. Também foi construída uma tubulação seca para uma possível ampliação futura do sistema de iluminação.

O campo de futebol possui 120 X 90 metros, totalizando 10.800 m², tendo sido plantada a mesma área em grama específica. Em frente a ele foram construídas duas arquibancadas em cinco níveis com capacidade para 600 pessoas separadas por um alambrado, garantindo em dias de jogos que as torcidas fiquem em lados opostos e ninguém possa sair machucado em possíveis situações de conflitos. O alambrado do campo bem como o das arquibancadas possui 13 fios de arame galvanizado revestido em PVC, assegurando maior durabilidade por conta da ação do tempo.

Largo da Gente Sergipana
Tendo investimentos no valor de R$ 6.425.530,80, sendo R$ 2.225.530,80, correspondente aos serviços de infraestrutura e R$ 4.200.000,00 destinados à construção de oito esculturas que flutuam sobre o espelho d’água do Rio Sergipe. Nelas, estão representadas Lambe Sujo e Caboclinhos, Chegança, Cacumbi, Taieira, Bacamarteiro, Reisado, São Gonçalo e Parafuso. O Largo da Gente Sergipana está edificado às margens do Rio Sergipe na Avenida Ivo do Prado, precisamente em frente ao Museu da Gente Sergipana e atrai a atenção dos transeuntes por sua imponência.

Alexandre Garcez, natural de São Paulo e que mora em Aracaju há 5 anos e trabalha com turismo classificou a obra como um ponto positivo para o Governo. “Essa obra é um ponto a mais para o turismo da capital, colocada estrategicamente em frente ao Museu da Gente Sergipana, e é uma obra espetacular, com uma proposta positiva que resgata a historia de Sergipe, está de parabéns”, disse Alexandre.
 
 
Secretaria de Estado da Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano - Seinfra
Rua Vila Cristina, 1051 - Bairro 13 de Julho - Aracaju/SE - CEP: 49020-150
PABX: (79) 3198-5300 / Email: gabinete@seinfra.se.gov.br
© 2018 Seinfra. Todos os direitos reservados.