Domingo, 27 de maio de 2018.
Notícias
Atualizada em 19/03/2018
Governo presenteia Aracaju com grandes obras de infraestrutura urbana na capital
Fotos
Aracaju completa no próximo dia 17 de março, 163 anos, e o Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano (Seinfra) e suas vinculadas; Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe (DER) e Companhia Estadual de Habitação e Obras Públicas (Cehop) tem realizado obras de infraestrutura e mobilidade da Zona Norte à Zona Sul que fazem com que a cidade sergipana cresça e se desenvolva e leve qualidade de vida a seus munícipes.

“O Governador tem feito muito por Aracaju. O governo proporcionou ao longo dos anos obras que contemplam a infraestrutura urbana na cidade, traz mobilidade urbana e mais cidadania. São obras de todos os tipos, construção e reforma de escolas, manutenção preventiva de pontes, novos corredores viários, novas avenidas, pavimentação, viadutos, construção de novos espaços culturais, manutenção da nossa Orla de Atalaia, enfim são obras em todos os seguimentos que fazem com que Aracaju esteja cada vez mais desenvolvida e os aracajuanos sintam orgulho de morar nesta cidade”, diz Valmor Barbosa secretário de Estado de Infraestrutura.

Uma grande obra que está em andamento na capital e que será entregue na primeira semana de abril é a obra da Avenida Gasoduto que, em breve, passará a se chamar Etelvino Alves de Lima, uma homenagem do governador Jackson Barreto ao seu pai. “É um presente para o aniversário de Aracaju. Eu considero uma das maiores obras de mobilidade urbana da capital. São investimentos de mais de 40 milhões de reais para facilitar a vida da população. A duplicação da avenida vai também diminuir as dificuldades para acessar a zona de expansão. Essa é uma obra que dialoga com Aracaju como um todo, de forma especial com a zona sul”, destaca o governador.

Largo da Gente Sergipana
Uma das maiores homenagens à cultura popular de Sergipe, o Largo da Gente Sergipana será inaugurado no próximo dia 17 de março, às 17h30, durante as comemorações do aniversário de Aracaju. A instalação artística urbana integrada à paisagem natural do rio Sergipe e ao Centro Histórico de Aracaju fortalece a identidade cultural do povo sergipano e contribui com o potencial turístico do estado. Durante a entrega do Largo para a população sergipana, haverá cortejo com grupos culturais e apresentações da Orquestra Jovem de Sergipe e do grupo Burundanga Percussivo, cortejo de tototós e show pirotécnico no Rio Sergipe.

Tendo investimentos no valor de R$ 6.425.530,80, sendo R$ 2.225.530,80, correspondente aos serviços de infraestrutura e R$ 4.200.000,00 destinados à construção de oito esculturas que darão a impressão de flutuar no espelho d’água, o Largo da Gente Sergipana está edificado às margens do Rio Sergipe na Avenida Ivo do Prado, precisamente em frente ao Museu da Gente Sergipana e já atrai a atenção dos transeuntes por sua imponência.

Resultado de uma parceria entre o Instituto Banese, o Banco do Estado de Sergipe e o governo do Estado, o Largo já é considerado uma referência de valorização e preservação da arte e da cultura do povo sergipano e um novo cartão postal da cidade de Aracaju. Localizados um de frente para o outro, o Largo da Gente Sergipana dialoga com o Museu da Gente Sergipana, espaço que valoriza o patrimônio cultural do estado e cuja infraestrutura dará o suporte necessário aos visitantes do largo, incluindo estacionamento, espaço gastronômico e loja com artesanato local.

O Largo da Gente Sergipana é composto por um píer que adentra o leito do Rio Sergipe se abrindo em dois lados, com guarda-corpo em maçaranduba, espaço exclusivo para embarque e desembarque de turistas, atracadouro para pequenas embarcações, mirante, espaço de convivência e oito esculturas com 7,0 metros de altura que representam as mais expressivas manifestações culturais do folclore sergipano, erguidas por pilares de 3,0 metros de diâmetro.

De autoria do arquiteto e urbanista Ézio Déda, a concepção do desenvolvimento dos projetos arquitetônico, urbanístico e complementares durou três anos e envolveu estudos das marés, sondagem, luminotécnica, logística e infraestrutura. Já as esculturas das manifestações folclóricas: Bacamarteiros, São Gonçalo, Chegança, Bumba meu boi, Parafusos, Cacumbi, Taieira e Lambe Sujo e Caboclinhos, foram confeccionadas em fibra de vidro, resina de poliéster e estruturas hiperdimensionadas, resistentes a ação da maresia, em aço pelo artista plástico Tati Moreno.

Interligação das Avenidas Rio de Janeiro e Gasoduto
A duplicação da Avenida Gasoduto começa na bifurcação da Avenida Tancredo Neves, nas imediações do Detran, seguindo no sentido do Conjunto Orlando Dantas. Ela tem 3,57 quilômetros e se estende até o bairro Santa Maria. A obra contempla duas pontes sobre o rio Poxim e mais um elevado que fica ao lado do elevado Manoel Celestino Chagas. Tendo investimentos do Programa de Infraestrutura de Transporte e da Mobilidade Urbana (Pró-Transporte) na ordem de R$ 46.191.162,99, dos quais R$ 24.302.501,63 foram específicos para a desapropriação de áreas e imóveis.

A intervenção compreendeu a construção de uma nova alça de concreto armado paralela ao viaduto do Detran, interligando-a a uma nova avenida com duas pistas de rolamento, sendo nove metros de cada lado, dois passeios (2,00 metros cada), uma ciclovia (3,00 metros), canteiro central com oito metros de largura e iluminação pública, além da construção de duas pontes sobre o Rio Poxim.

Duplicação da Euclides Figueiredo e área de lazer
Considerada outra grande obra de mobilidade urbana que mudará o cenário da zona Norte de Aracaju será a duplicação da Avenida Euclides Figueiredo, que vai contar também com uma das maiores áreas de lazer da capital, perdendo apenas para a Orla da Atalaia. Os investimentos também são do Pró-Transporte e estão orçados em R$ 37 milhões.

A duplicação da Euclides Figueiredo faz parte de um complexo viário e de urbanização da zona norte da capital, que compreende a Orlinha do Bairro Industrial, a Avenida Tancredo Campos, o Residencial Santa Tereza, o Chica Chaves, ruas do bairro Porto D’Anta e a Avenida João Rodrigues, formando, assim, a maior intervenção urbana já executada na Zona Norte de Aracaju por um Governo Estadual.

A nova pista da Euclides Figueiredo tem 1,7 mil metros. Ao longo da avenida, foi erguido um belo calçadão, que contará com espaços para práticas esportivas e de lazer. São quadras para futebol, volei, basquete, pista de caminhadas, ciclovia, além de posto de saúde, posto policial e espaço para estacionamento de 80 veículos. A área conta ainda com pistas de skate, ralff, quiosques, parque infantil com 60 brinquedos e iluminação especial.

A duplicação da Avenida Euclides Figueiredo conta com as seguintes intervenções: escavação, aterro mecanizado e contenção em alvenaria de pedra; execução de galerias em tubo de concreto armado; pavimentação em asfalto; construção de 4.989 m2 de calçada em concreto desempolado; implantação de ciclovia com área de 4.407 m².

Também foram implantados piso táctil em concreto e rampas para portadores de deficiência. As árvores existentes serão aproveitadas e haverá o plantio de novas. O projeto prevê ainda a implantação de nova iluminação. Na Euclides Figueiredo, o ritmo da obra de duplicação se mantem célere, já tendo alcançado 90% de execução.

“Devemos lembrar também da entrega das 580 unidades habitacionais no bairro Porto Dantas, em Aracaju, um investimento de R$ 34.615.218,10, sendo R$ 19.836.000,00 recursos federais (contrato de financiamento) e R$ 14.779.218,10 recursos do Governo do Estado (contrapartida) pelo programa Pró Moradia, levando cidadania para aquelas famílias que viviam a margem da Avenida Euclides Figueiredo em situação de risco”, lembra o secretário.

O secretário acrescenta, “esse novo calçadão terá todos os equipamentos públicos necessários para garantir o lazer e bem estar da comunidade, nós estamos fazendo um calçadão moderno e talvez melhor que o da Zona Sul. Então toda essa infraestrutura nesta área com um conjunto habitacional recentemente entregue, a duplicação da Euclides Figueiredo para acabar com o gargalo que tinha até chegar no moinho Sergipe, e o binário com a Tancredo Campos, que recentemente inauguramos, com mais de vinte ruas pavimentadas com esgotamento sanitário. Então todo esse eixo do mercado até a ponte do Marcos Freire o Governo de Sergipe faz uma revolução no sentido de infraestrutura urbana que abrange a mobilidade e a parte de urbanização”, completa Valmor.

Corredor Viário da Avenida João Rodrigues
A obra de mobilidade urbana do corredor viário da Avenida João Rodrigues compreende a duplicação da Avenida Euclides Figueiredo, obra prestes a ser entregue, o Binário entre as avenidas Euclides Figueiredo e Tancredo Campos e Urbanização da Avenida João Rodrigues.

Esta grande obra realizada com recursos provenientes do Programa de Infraestrutura e Mobilidade Urbana Pró-Transporte tem o valor total de R$ 24.722.157,31. Somando com o gasto de indenização de imóveis das Avenida Tancredo Campos e Euclides Figueiredo o valor chega a R$ 27.000.000,00 de investimentos.

Na Avenida João Rodrigues foram executados 7.000m² de passeios e 3.000m² de ciclovia. “A parte asfáltica que foi realizada e concluída ontem compreendeu 3,5cm de recapeamento asfáltico. A obra faz parte de um complexo que mudará a mobilidade urbana da zona Norte da capital”, explica Valmor Barbosa, secretário de Infraestrutura.

Além disso, está sendo implantada a área de lazer na duplicação da Avenida Euclides Figueiredo e obras complementares do loteamento Santa Tereza e adjacências, nos bairros Industrial e Porto Dantas, o montante investido foi de R$ 18.000.000,00, oriundos do Programa de Apoio ao Investimento dos Estados (Proinveste).

Recuperação do colégio Atheneu Sergipense
Tendo investimentos na ordem R$ 6.827.206,76, provenientes de recursos do tesouro estadual, a reforma e ampliação consistem na revitalização na construção de um novo auditório, implantação de sistema de climatização de Ar Tipo VRF e catracas eletrônicas no acesso principal, revitalização do refeitório, grêmio estudantil e sala de dança, revisão da cobertura, esquadrias de madeira e cobogós e das grades de proteção, recuperação dos WC’s para portadores de necessidades especiais, da estrutura metálica da quadra poliesportiva, substituição dos quadros verdes pelos quadros de fórmica brancos, pavimentação dos acessos e passeios em piso de concreto desempolado, pavimentação interna do prédio em piso de alta resistência e piso cerâmico e pintura geral interna e externa.

Uma vez reformado e ampliado, o colégio atenderá integralmente as novas normas técnicas de acessibilidade, visto que, além da recuperação das rampas de acesso e revitalização da rampa que liga o térreo aos demais pavimentos, serão construídos uma nova rampa coberta de acesso ao refeitório, uma escada coberta de acesso aos pavimentos superiores, ampliada a rampa do acesso principal, banheiros destinados às pessoas com mobilidade reduzida e implantação de elevador que atenderá aos dois pavimentos superiores, mapas e piso tátil, nova pavimentação interna em piso de alta resistência e, além disso, o auditório que ficava no segundo pavimento será realocado para o térreo. Com a ampliação de 214, 14 m², a área atual construída passará de 6.106,94 m² para 6.854,50 m².

Ainda no quesito em reforma de escolas o Governo por meio da Seinfra também realiza a reforma e ampliação da Escola Estadual Maria do Carmo Alves e da Escola Estadual Olavo Bilac, o investimentos das duas escolas juntas somam R$ 3.466.315,44.

Reforma da Catedral Metropolitana de Aracaju
Dividida em três etapas, a revitalização do templo religioso recebe investimentos provenientes do Governo Federal através de emendas propostas por parlamentares sergipanos, através de convênio firmado entre a Seinfra e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

A reforma compreende a restauração de toda a cobertura, revestimento e pintura das fachadas, recuperação das instalações elétricas, implantação do sistema de proteção a descargas atmosféricas (SPDA), substituição do piso do pavimento interno térreo (mármore arabescato escuro), do revestimento em granito das paredes e dos pilares do pavimento térreo, serviços de contenção contra umidade, interno e externo, restauração das esquadrias de madeira e metálicas e dos elementos arquitetônicos característicos das fachadas, além da revitalização dos banheiros.

Também está sendo recuperados os revestimentos das paredes e do piso (assoalho de madeira) do pavimento superior, a torre sineira e os pináculos, a reconstrução da pavimentação externa (concreto e escadaria em pedra lagoa santa), instalação do guarda-corpo em aço inox, grampeamento estrutural das fissuras e substituição da escada em madeira da torre esquerda.

Reforma e ampliação do Centro de Criatividade
Situado na Praça Saturnino de Brito, no coração do bairro Getúlio Vargas, o espaço cultural destinado às diversas manifestações artísticas, cuja área total é de 14.000 m², recebeu investimentos para a sua reforma e ampliação no valor de R$ 3.200.000, provenientes do Banco do Estado de Sergipe (BANESE).

A reforma da primeira etapa correspondeu à revitalização da arquibancada com capacidade para 1000 lugares, anfiteatro com palco de 110 m², seis camarins, sanitário masculino, feminino e para pessoas com mobilidade reduzida, implantação de acessibilidade com piso tátil e rampas especiais, área de lazer com brinquedos, mesas de xadrez com bancos de concreto, recuperação da iluminação, implantação de 220 m² de pavimentação em paralelepípedo e 930 m² de passeio em concreto desempolado, plantio de 5.500 m² de grama verde-esmeralda e perfuração de poço tubular. A segunda etapa da obra está em andamento e em breve será entregue para os aracajuanos.

Construção do Centro Especializado em Reabilitação CER IV
O CER IV está orçado em R$ 25.039.996,01, sendo R$ 4.700.000,00 de contrapartida estadual, provenientes do Proinveste. Estão previstos ainda R$ 4.300.000,00 para aquisição de equipamentos, totalizado um investimento superior a R$ 29,3 milhões. A gestão da construção do CER IV está acontecendo de modo compartilhado entre a secretaria da Saúde e a CEHOP. Após a entrega, todo o gerenciamento será feito pela Universidade Federal de Sergipe (UFS), com a qual foi firmado Termo de Cooperação.

O CER IV será um espaço moderno, que contará com tecnologia de ponta. O Centro será voltado aos pacientes desde a atenção clínica especializada até a reabilitação, sendo o primeiro espaço no estado destinado ao atendimento de quatro tipos de deficiências: física, auditiva, visual e intelectual, bem como as pessoas ostomizadas (que utilizam bolsa de colostomia) e com múltiplas deficiências.

Recuperação de Pontes
Além de recuperação de rodovias o Governo do Estado por meio da Seinfra também realiza constantes serviços de manutenções de pontes. “O governador Jackson Barreto reconhece a importância em realizar manutenções regulares em rodovias e pontes. Somente na capital, o Governo já recuperou a ponte próxima ao Parque dos Cajueiros, a localizada entre os conjuntos Orlando Dantas e Augusto Franco, a recuperação da ponte sobre o Rio do Sal, na divisa com o município de Nossa Senhora do Socorro e construiu mais duas (uma sobre o Rio Poxim e outra sobre o Riacho Pitanga) que fazem parte do projeto de interligação entre as Avenidas Rio de Janeiro e Gasoduto, comprovando assim que dinamizar a mobilidade urbana, com segurança é uma das prioridades da sua gestão”, afirma Valmor Barbosa.

Obras e mudanças na capital sergipana
Além disso, na Grande Aracaju, no último ano, o governo do Estado realizou serviços de manutenção regular nas pontes Aracaju/Barra dos Coqueiros e Joel Silveira, pontes sobre o Rio Poxim nos bairros São Conrado e Augusto Franco e nas pontes sobre o Rio do Sal, entre o bairro Lamarão e o Conjunto João Alves e recuperação da ponte José Rollemberg Leite, que faz a divisa entre Aracaju e Nossa Senhora do Socorro.

O secretário acrescenta, “na mobilidade urbana, a implantação do Sistema Viário e iluminação do Centro Administrativo e a recuperação dos pilares e das juntas de dilatação da ponte sobre o Rio do Sal na divisa de Aracaju e Nossa Senhora do Socorro, foram cruciais para a melhoria na segurança dos condutores e fluidez no tráfego de veículos, sobretudo nos horários de pico”.

Podemos lembrar também da obra da nova entrada de Aracaju, a Av. Dr. Lauro Porto que interliga o entroncamento das BR’s 101 e 235, no município de Nossa Senhora do Socorro, às avenidas Santa Gleide, Maranhão e Coelho e Campos, que foi entregue em 2016. mais de R$ 34 milhões investidos, recursos oriundos do programa Sergipe Infraestrutura, a nova via forma um novo corredor de acesso ao centro da capital sergipana juntamente com as avenidas Santa Gleide, Maranhão e Coelho e Campos. A rodovia possui 4 km de extensão, com 28 metros de largura. São duas pistas duplas com quatro faixas de rolamento com largura de 3,5 metros cada e acostamentos de 2 metros; canteiro central com 6 metros, sendo uma ciclovia com 3 metros e o canteiro propriamente dito. Já os passeios laterais têm 2 metros cada e já faz parte das mudanças na mobilidade urbana na capital”, pontua o secretário.

Que ressalta também a obra entregue do acesso viário do Centro Administrativo, “no Centro Administrativo Governador Augusto Franco, zona Oeste de Aracaju, o Governo de Sergipe entregou os serviços de mais um sistema viário. Com investimentos no valor de R$ 18.726.873,43, oriundos do Programa de Apoio ao Investimento dos Estados (Proinveste), a obra contribui para a mobilidade urbana na região e consiste em moderno sistema de tráfego que facilitará o acesso às repartições da área e encurtará as distâncias para quem se desloca da BR 235 e da Avenida Tancredo Neves para a Marechal Rondon, bem como no sentido oposto”.

O secretário destaca também o Anel viário do Aeroporto, a nova estrutura viária que compreende as avenidas José Menezes Prudente, Padre Arnóbio e a Alexandre Alcino já trazem benefícios para motoristas e moradores daquela região. Os investimentos na ordem de R$ 21 milhões, custeados pelo Governo do Estado, o complexo viário possui 4.600 metros de extensão e interliga a região do aeroporto com a zona de expansão e faz parte de um conjunto de obras de mobilidade cujo objetivo foi desafogar o trânsito das avenidas Euclides Figueiredo, Heráclito Rollemberg e Tancredo Neves, três das principais avenidas de Aracaju e facilitar o deslocamento dos moradores dos bairros Aruana e Santa Maria, dos conjuntos Augusto Franco e Santa Tereza e do residencial Vila Verde. Os serviços contemplaram a duplicação e iluminação das avenidas José Menezes Prudente, Padre Arnóbio (rota de fuga) e Alexandre Alcino, além da implantação de ciclovias, gramado, passeio, e da transformação do canal aberto que corria na Avenida José Menezes Prudente em galeria subterrânea.

A prestação de serviços a população recebeu melhores condições de atendimento com a reforma e ampliação do edifício da Secretaria de Estado da Fazenda, a reforma estrutural e ampliação da acessibilidade na sede do Detran, a recuperação das marquises do Terminal Rodoviário Luiz Garcia (Rodoviária Velha) e a revitalização da estrutura do centro de excelência em ginástica, que contribuirá ainda mais para o desempenho dos nossos atletas que se encontram entre os melhores do país nesta modalidade. “Esse trabalho que o Governador Jackson Barreto, junto com o vice Belivaldo Chagas, tem feito por Aracaju, representa uma mudança estrutural, urbana e de desenvolvimento da nossa capital imenso, são inúmeras obras que mudaram a realidade de Aracaju e demonstra o zelo que o Governo tem pela nossa capital, o Governo do Estado tem muito a comemorar nesta data, pois Aracaju está avançando cada vez mais e acompanha a modernidade com as novas vias criadas, como também resgata nossa história por meio de monumentos e obras como o Largo da Gente Sergipana”, conclui Valmor Barbosa.

Por Amanda Melo
 
 
Secretaria de Estado da Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano - Seinfra
Rua Vila Cristina, 1051 - Bairro 13 de Julho - Aracaju/SE - CEP: 49020-150
PABX: (79) 3198-5300 / Email: gabinete@seinfra.se.gov.br
© 2018 Seinfra. Todos os direitos reservados.