Domingo, 19 de agosto de 2018.
Notícias
Atualizada em 19/10/2017
Jackson Barreto assina ordem de serviço para reforma do Colégio Atheneu
A tradicional instituição de ensino completa 147 anos de fundação neste mês, o que torna a ocasião da reforma um presente para toda a comunidade escolar. A reforma está orçada em R$ 6.827.206,76, beneficiando mais de dois mil estudantes
Fotos
Reafirmando o compromisso do governo de Sergipe com a educação pública, o governador Jackson Barreto assinou, na tarde desta quarta-feira, 18, a ordem de serviço para a obra de reforma, ampliação e modernização do Colégio Estadual Atheneu Sergipense. A tradicional instituição de ensino completa 147 anos de fundação neste mês, o que torna a ocasião da reforma um presente para toda a comunidade escolar. A reforma está orçada em R$ 6.827.206,76, beneficiando mais de dois mil estudantes.

A obra compreende uma área de 12.215,66 m², dos quais 6.854,50 m² corresponderão à área total construída. A intervenção deve recuperar toda a estrutura metálica da quadra poliesportiva, do refeitório, da sala de dança, do grêmio e do auditório. Também será feita a revisão da cobertura do prédio, das esquadrias de madeira e dos cobogós. A previsão de conclusão é de 12 meses.

Para garantir as condições de mobilidade no local e atender às normas técnicas de acessibilidade, o prédio ganhará novas rampas de acesso, pisos táteis, banheiros adaptados e mapas, além de passar a contar com elevador. A reforma prevê ainda a climatização de todas as salas de aula, a substituição dos quadros verdes por quadros de fórmica branca, a pintura de todo o prédio e a troca da pavimentação interna por pisos de alta resistência.

O governador emocionou-se ao ressaltar a importância do Atheneu Sergipense para a sociedade sergipana, recordando o tempo em que fez parte de seu corpo estudantil. “Tenho orgulho de dizer que no nosso governo duas escolas receberam de nós uma atenção especial, escolas que são referência para a educação pública. O primeiro foi o Instituto de Educação Rui Barbosa, que foi todo reformado, e agora chegou a vez do Atheneu Sergipense. Vamos fazer aqui um investimento de quase R$7 milhões. Quero falar da minha alegria de ser governador do Estado neste momento e assinar uma ordem de serviço para ver crescer a escola que me deu régua e compasso, que me preparou para a vida e para ser hoje governador. Eu te devo, Atheneu, por tudo que você fez por mim! Estou aqui assinando essa ordem de serviço, feliz, porque vou proporcionar melhor educação de qualidade aos alunos, que são a razão dessa festa”, afirmou.

Durante a cerimônia, outras melhorias que farão parte da obra foram anunciadas. O projeto inclui a climatização do refeitório e renovação dos laboratórios e da cozinha. Os estudantes também poderão contar com armários individuais para acomodação de materiais escolares. Outro benefício é a construção de um auditório dentro da área do colégio, especificamente voltado às atividades estudantis.

“É uma obra que vai modernizar o colégio. É um colégio com relevância histórica e que precisa se adaptar as necessidades atuais, a modernização na parte da infraestrutura será realizada na reforma para acompanhar e atender os alunos em suas necessidades e assim, levar melhorias para todos que passarem nos próximos anos no colégio”, explicou Valmor Barbosa, secretário de Estado de Infraestrutura.

O secretário de Estado da Educação, Jorge Carvalho, ressaltou o sucesso alcançado pelo Atheneu com a implantação do modelo de ensino integral. “Esta é uma escola de ensino médio integral, que funciona no mínimo durante sete horas e meia por dia. É o modelo que se implantou ultimamente no Atheneu que está fazendo esse colégio reviver e recuperar as glórias dos tempos passados. Em 2016, tivemos 100% de aproveitamento entre os alunos que prestaram o Enem, uma marca que nenhum outro colégio público ou particular ostenta. Eu não tenho dúvida de que nós devemos isso também ao modelo de ensino integral, que o Atheneu foi o primeiro a implantar. Assim que esse edifício ficar pronto, não tenho dúvida de que esse colégio vai avançar muito mais”, explanou.
O diretor do Colégio Atheneu, Daniel Lemos, manifestou sua confiança nos bons resultados que serão proporcionados pela reforma. “Acompanhei todo o desejo desses estudantes de voltarem para sua casa, de estarem nesse prédio. Esse colégio foi fundado para simbolizar a educação, e educação de qualidade. Hoje, vivemos o momento da educação integral, em que o Atheneu é uma das primeiras escolas do estado. Demos a Sergipe o primeiro lugar entre as escolas públicas no Enem e hoje, com a reforma e transformação desse colégio, estaremos colocando esse ideal de educação em prática. Quando a educação pública vai bem, toda a sociedade vai bem”, pontuou.

A estudante e presidente do Grêmio Clodomir Silva, Hellen Néo, agradeceu ao governo do Estado pelo empenho na realização da obra. “Nós, alunos, manifestamos nossa gratidão pela realização da reforma do nosso Atheneu. Estamos esperançosos de que os prazos serão respeitados e acompanharemos de perto o processo evolutivo da reforma para que possamos voltar ao nosso lar”, disse.

Histórico
O Colégio Estadual Atheneu Sergipense, de início denominado simplesmente Atheneu Sergipense, foi o primeiro estabelecimento de instrução pública da província de Sergipe. A instituição foi fundada em 24 de outubro de 1870, oferecendo os cursos de humanidades e o de escola normal. Tendo mudado de nome ao longo da história e no suceder dos governos, o colégio recebeu o nome pelo qual é chamado hoje em 23 de outubro de 1970, na véspera da comemoração de seus 100 anos. Atualmente, o Atheneu oferece ensino médio e o curso de técnico em Informática articulado à Educação de Jovens e Adultos.

A excelência do ensino do Colégio Atheneu pode ser demonstrada através de seus números. Em 2016, dos 305 alunos que concluíram o terceiro ano do Ensino Médio e fizeram a prova do Enem, 100% ingressaram na universidade. Além disso, a representação sergipana no Parlamento Jovem do Mercosul tem origem no Atheneu.

Reformas
A reforma do Colégio Atheneu faz parte do planejamento estratégico do governo do Estado, que prevê a reforma de todas as escolas da rede estadual até o fim de 2018. As reformas e ampliações das unidades da rede estadual realizadas e iniciadas nos últimos anos somam R$ 240 milhões.

Em agosto de 2016, o governo de Sergipe firmou ordens de serviço autorizando a execução de obras de pequena monta em escolas da Rede Pública Estadual, em um investimento total de R$ 12.085.118,78. O valor contempla todas as obras de manutenção, melhoria e recuperação que se fizerem necessárias em todas as 10 diretorias de Educação vinculadas à Secretaria de Estado da Educação (Seed).

Educação integral
O governo de Sergipe, por meio da Seed, vai ampliar a oferta de unidades escolares de Ensino Médio que oferecerão educação em tempo integral. Em 2017, houve a ampliação do número de instituições para 17 unidades escolares, e para 2018, a projeção é de que 24 escolas estaduais adiram ao Programa. Até 2024, pelo menos 50% das matrículas do Ensino Médio no País deverão ser no modelo integral. Sergipe pretende cumprir a meta até 2020.

Com informações da ASN
 
 
Secretaria de Estado da Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano - Seinfra
Rua Vila Cristina, 1051 - Bairro 13 de Julho - Aracaju/SE - CEP: 49020-150
PABX: (79) 3198-5300 / Email: gabinete@seinfra.se.gov.br
© 2018 Seinfra. Todos os direitos reservados.