Domingo, 28 de maio de 2017.
Notícias
Atualizada em 19/03/2013
Duplicação do viaduto do Detran trará mobilidade urbana para Aracaju
Num investimento superior a R$ 21 milhões, obra proporcionará mais fluidez ao tráfego de veículos. Previsão é que o empreendimento seja entregue em junho
Fotos
O agente de turismo Ricardo Resende gasta mais de 40 minutos para deslocar-se de sua residência, no bairro Farolândia, até sua empresa, no conjunto Santa Lúcia. Assim como ele, outros 241 mil motoristas aracajuanos enfrentam longos congestionamentos diariamente. Com uma frota de veículos e número de motoristas crescentes – somente em janeiro deste ano, o Departamento Estadual de Trânsito de Sergipe (Detran) emitiu 674 novas habilitações – obras que priorizem a mobilidade são uma urgência em Aracaju. Para minimizar esse desconforto, o governo de Sergipe tem investido em construções que favorecem a mobilidade urbana na capital, a exemplo da duplicação do viaduto do Detran e de corredores de transporte público.

Num investimento que superam a cifra dos R$ 21 milhões, o novo viaduto do Detran é executado pela Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), via Departamento de Estradas de Rodagens (DER). A obra proporcionará mais fluidez ao tráfego de veículos, duplicando a capacidade do atual viaduto e criando um novo anel viário, que facilitará o escoamento do trânsito nos bairros Ponto Novo, Sol Nascente e Jabotiana. Com 65% dos serviços concluídos, o empreendimento está previsto para ser entregue em junho, conforme informações do secretário de Estado de Infraestrutura, Valmor Barbosa.

“Estamos com 65% da obra do viaduto concluída e já colocamos as112 vigas. Estamos na metade do concreto no viaduto, fazendo o serviço de macro drenagem e da passarela de pedestre que cruza a avenida Tancredo Neves e vamos iniciar a recuperação estrutural do viaduto antigo. Essas são etapas que avançamos e nossa expectativa é terminar a duplicação do viaduto até junho. O viaduto Carvalho Déda, o viaduto Detran, a ligação da Gasoduto com a Rio de Janeiro e a linha vermelha são obras que se interligam. Esse é o planejamento do governador para descarregar a Tancredo Neves, a Heráclito Rollemberg, a Beira Mar, a Hermes Fontes, a Adélia Franco e a Nova Saneamento, já que o fluxo será dividido nessas vias”, declarou Valmor.

“Tenho certeza que após a conclusão dessa obra, o trânsito nesse trecho vai melhorar bastante, pois ele sofre a influência de avenidas importantes. Com o Viaduto Carvalho Déda executado em 2006 e a duplicação desse viaduto, as avenidas Tancredo Neves, Augusto Franco e Adélia Franco terão um trânsito mais sossegado, mais livre e menos engarrafado, possibilitando que as pessoas saiam do Norte para o Sul, de Leste ao Oeste com mais tranquilidade”, afirmou Valmor.

Com a duplicação, o agente de turismo Ricardo diminuirá o tempo do percurso casa-trabalho. “Acredito que a obra irá melhorar o trânsito, que servirá como válvula de escape de quem vem da zona Sul da cidade. Corto Aracaju diariamente e há muito tempo que precisamos de novas vias”, disse.

Qualidade de vida
Residente do conjunto Sol Nascente há mais de 15 anos, a cabeleireira Meire Fontes acredita que a obra trará qualidade de vida aos moradores da região. “Entrar e sair do conjunto é um problema, principalmente nos horários de pico, 7h da manhã e 18h da noite. Com certeza, a duplicação do viaduto trará mais qualidade de vida para os motoristas e passageiros de ônibus que circulam aqui porque passaremos menos tempo no trânsito”, afirmou.

Valter Rogério de Assis é proprietário de uma farmácia na avenida principal do conjunto Sol Nascente há 25 anos. Na opinião dele, a duplicação do viaduto favorece o comércio local. “Vai melhorar o fluxo de veículos e trará benefícios para nosso bairro. Com um acesso mais fácil, mais pessoas circularão por aqui e frequentarão nosso comércio. Além disso, o novo viaduto favorece os imóveis da região do Sol Nascente, Santa Lúcia e Juscelino Kubitschek”, afirmou.

Novos Corredores
Na semana em que Aracaju comemora 158 anos, o governo do Estado anunciou parceria com o governo Federal para investimento superior a R$ 135 milhões na capital em obras de mobilidade urbana na capital sergipana. A imissão integra o Programa de Aceleração do Crescimento 2 (PAC2) e complementa a política de desenvolvimento urbano implementada pelo governador Marcelo Déda quando ainda era prefeito de Aracaju.

“Desde quando Déda foi prefeito de Aracaju, que sua visão de trabalho busca melhorar a qualidade de vida do aracajuano no quesito mobilidade. Ele planejou a obra do viaduto Carvalho Déda, fez a ligação da avenida São Paulo com a avenida Santa Gleide, criando um novo corredor entre o centro da cidade e a parte Oeste de Aracaju. Já como governador, Marcelo Déda está realizando a duplicação do viaduto do Detran. São obras que darão agilidade, velocidade ao fluxo. Nesse planejamento, teremos novos corredores de transporte, que estão inseridos no PAC2, e farão a ligação da avenida Rio de Janeiro, a partir do viaduto, até a avenida Gasoduto. Além disso, temos também o projeto da linha vermelha.Estamos tentando uma linha de financiamento para executar essa obra. Todas essas obras são interligadas, são obras que se interligam”, esclareceu o secretário de Estado de Infraestrutura, Valmor Barbosa.

O corredor que interliga as avenidas Gasoduto e Rio de Janeiro complementa a obra de duplicação do viaduto do Detran, beneficiando áreas de forte crescimento populacional como os bairros de Jabotiana, Inácio Barbosa, São Conrado, Farolândia e Santa Maria. O segundo corredor ligará as avenidas João Rodrigues e Euclides Figueiredo, que será duplicada.

Ana Dulce, repórter da ASN
 
 
Secretaria de Estado da Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano - Seinfra
Rua Vila Cristina, 1051 - Bairro São José - Aracaju/SE - CEP: 49020-150
PABX: (79) 3198-5300 / Email: gabinete@seinfra.se.gov.br
© 2016 Seinfra. Todos os direitos reservados.