Terça-feira, 13 de novembro de 2018.
Notícias
Atualizada em 28/07/2017
Apesar das chuvas, obra de interligação das Avenidas Rio de Janeiro e Gasoduto seguem avançadas
Fotos
Mesmo com um período chuvoso bem acima do que era esperado, a cada dia as obras da mais nova via expressa da capital avançam em suas frentes de trabalho e, muito em breve, a mobilidade urbana contará com um auxílio crucial, sobretudo nos horários de pico. Com investimentos provenientes do Programa de Infraestrutura de Transporte e da Mobilidade Urbana (Pró-Transporte), no valor de R$ 40.184.425,70, os serviços de interligação da Avenida Rio de Janeiro e Gasoduto executados pelo Governo de Sergipe por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano (Seinfra) e o Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe (DER) seguem o seu cronograma e modificam o cenário daquela área.

Os serviços
Segundo o Secretário Estadual da Infraestrutura, Valmor Barbosa, o andamento da intervenção é satisfatório. “Apesar das chuvas atípicas que vêm ocorrendo desde o mês de abril, o que nestes casos atrasam e até paralisam diversos tipos de obras, não fomos muito prejudicados, uma vez que por conta do planejamento que desenvolvemos e já prevendo fatores dessa ordem estávamos com três frentes de serviços trabalhando simultaneamente, tanto que a nova alça do viaduto situada no ponto inicial da interligação já está concluída, a execução de terraplenagem apesar de estar temporariamente paralisada por conta do excesso de umidade do solo está bastante adiantada e, do final da Avenida Rio de Janeiro até o Rio Poxim a rede de drenagem já foi executada, o que corresponde a 90% desse serviço em toda a obra”, detalha.

Ele diz que é na margem do rio onde os trabalhos estão mais céleres. “Dos 75 profissionais, mais da metade executam a implantação das vigas de sustentação das duas pontes, sendo que das 11, seis já foram concretadas em concreto protendido e armadura – material específico para suportar cargas muito grandes em vãos extensos – e também fazem a montagem das pré-lajes da primeira ponte”, explica.

Para evitar transtornos aos milhares de moradores residentes na Avenida Quirino, foram realizadas algumas ações paliativas. “Antes do período chuvoso molhávamos a via a cada dois dias a fim de amenizar a poeira ocasionada pelo grande fluxo de veículos aliado ao serviço de terraplenagem. Com as constantes chuvas, passamos a fazer manutenção corretiva e aplicamos camadas de brita em toda a sua extensão, evitando assim a formação de poças de lama”, revela.

O secretário destaca outras atividades que são desenvolvidas paralelamente. “Na margem do rio próximo à Avenida Gasoduto uma outra equipe executa a continuação da rede de drenagem, serviço este que poderia estar bem mais adiantado não fosse o deslocamento de alguns profissionais para a remoção da grande quantidade de lixo e entulho de construção civil jogados irregularmente ao lado do canteiro.

No entanto, impomos um ritmo maior a fim de que nas próximas semanas possamos fazer a demolição dos últimos imóveis que foram indenizados para darmos prosseguimento aos trabalhos, sendo que o percentual de execução da obra já atinge 65%”, afirma.

A interligação
O futuro corredor viário de Aracaju consiste na construção de uma avenida com duas pistas de rolamento de nove metros de largura cada uma, dois passeios (2,5 metros cada), duas ciclovias (1,5 metro, cada), canteiro central com oito metros e iluminação pública, construção de duas pontes sobre o Rio Poxim e uma sobre o Riacho Pitanga, além de uma nova alça de concreto armado paralela ao viaduto do Detran, totalizando 3.950 metros de extensão.

Valmor Barbosa ressalta que a interligação é uma das obras de mobilidade mais importantes já construídas na capital. “A intervenção faz parte do amplo programa de melhoramento da mobilidade urbana sem precedentes já realizado em Aracaju por uma gestão estadual e compreende os novos sistemas viários do entorno do Aeroporto e do Centro Administrativo, a nova entrada de Aracaju ligando as BRS 101 e 235 às Avenidas Lauro Porto e Santa Gleide, a duplicação da Avenida Tancredo Campos, e da avenida da Orlinha do Bairro Industrial, que estão em pleno funcionamento, bem como o binário e a duplicação da Avenida Euclides Figueiredo no bairro Industrial e Porto D'anta, obras estas em estágio avançado de execução”.

Por: Alex Santiago
Fotos: Jorge Reis
 
 
Secretaria de Estado da Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano - Seinfra
Rua Vila Cristina, 1051 - Bairro 13 de Julho - Aracaju/SE - CEP: 49020-150
PABX: (79) 3198-5300 / Email: gabinete@seinfra.se.gov.br
© 2018 Seinfra. Todos os direitos reservados.