Terça-feira, 23 de maio de 2017.
Notícias
Atualizada em 12/04/2017
Jackson Barreto viabiliza obras de infraestrutura no Ministério dos Transportes
Na próxima semana, Jackson e o líder do governo no Congresso, André Moura, se reunirão como presidente Michel Temer para tratar da liberação do recurso da obra do terminal de passageiros do aeroporto Santa Maria
Fotos
O turismo de Sergipe recebe novo impulso nesta terça-feira, 11, com a decisão de início da reforma do terminal de passageiros do aeroporto Santa Maria para agosto. A previsão de entrega é julho do próximo ano. A informação foi divulgada durante reunião entre o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, o governo Jackson Barreto e membros da bancada federal sergipana.

Com orçamento de R$ 57 milhões, já garantidos junto à Infraero, o terminal será climatizado, terá fingers (acessos cobertos às aeronaves e com acessibilidade), além de lojas e praça de alimentação.

“O valor para execução da obra de reforma já está assegurado na Infraero e, neste sentido, saímos com a perspectiva de um terminal moderno para ser inaugurando próximo ano. O aeroporto é uma obra importante, que fortalecerá nosso turismo e economia. Faremos um espaço moderno, climatizado, os passageiros não irão mais embarcar embaixo de sol ou de chuva. Nosso projeto inicial era de construir um terminal em frente à praça do residencial Santa Tereza, mas diante das dificuldades e do valor da obra, mais de R$ 400 milhões, teremos um novo terminal que atenderá nossas necessidades até 2038 e que custará R$ 57 milhões. Os recursos já estão garantidos por meio de emenda de bancada e por meio do suporte que garantimos com Romero Jucá, líder do governo no Senado. Prevaleceu o bom senso. É melhor modernizar o que temos do que iniciar uma obra que não teremos certeza que será concluída. Quero agradecer o trabalho de nossa bancada e agradecer ao deputado André Moura na definição dessas obras e locação de recursos”, declarou o governador.

Na próxima semana, Jackson e o líder do governo no Congresso, André Moura, se reunirão como presidente Michel Temer para assegurar os R$ 40 milhões para o terminal, viabilizados pelo governador com o senador Romero Jucá.

O ministro Maurício Quintella explicou que a proposta de reforma do terminal existente se fez necessária diante da redução do orçamento da Pasta. “Esse assunto foi o maior motivador dessa reunião. Sergipe merece o melhor terminal possível, mas o projeto pretendido está em torno de R$ 450 milhões, não temos esse dinheiro. Tivemos um contingenciamento de R$ 5 bilhões, nossa proposta é de recuperação e ampliação do terminal existente, para que o espaço opere com o dobro da capacidade atual. Não é o projeto que se esperava, mas Sergipe estará bem atendido”, disse.

A ampliação do aeroporto Santa Maria e construção do novo terminal são pautas constantes da gestão estadual. Em janeiro, governador Jackson Barreto debateu o tema com o presidente Michel Temer.

“Estamos na expectativa dessas obras desde 2009. Sabemos da dificuldade de recursos. O Estado já gastou mais de R$ 50 milhões no aeroporto, com o desmonte da Piçarreira e o entorno viário. Saímos dessa audiência confiantes”, afirmou o secretário de Estado de Infraestrutura, Valmor Barbosa.

Duplicação da BR-101
A duplicação da BR-101 também foi tema do encontro. Maurício Quintella informou que o trecho entre os municípios de Capela e Propriá avançará de 13 a 20 quilômetros até julho, quando se inicia o período de chuvas no estado.“Vamos iniciar a ponte entre Alagoas e Sergipe, nesse ponto, iniciamos a o lote 1, de Propriá a Capela. Esse lote será entregue até julho, entre 13 e 20 quilômetros. O lote 2 ainda será licitado no segundo semestre. O lote 5, entre Cristinápolis e divisa da Bahia, será licitado em junho”, explicou o ministro.

A divisão dos lotes foi realizada da seguinte forma: primeiro trecho da BR-101 se estende do Km 00, em Propriá, ao km 40, na altura dos municípios de Capela e Japaratuba. O segundo segmento se estende do Km 40 ao KM 51,8 (Carmópolis). O terceiro trecho se estende do KM 51,8 ao Km 77,3 (Pedra Branca). Já o trecho entre Pedra Branca (Km 77,3) a Estância (Km 153) já está completamente duplicado. O trecho final se estende de Estância (KM 153) à divisa com o estado da Bahia, em Cristinápolis (Km 206,1).

O reinício das obras atende uma demanda antiga do Governo do Estado, o qual vem pleiteando a retomada dos serviços em sucessivas audiências com representantes do governo federal. Em Sergipe, a duplicação da BR-101 supera R$ 1 bilhão e abrange 190 quilômetros divididos em cinco lotes de pavimentação e mais quatro de construção de pontes e viadutos entre a divisa com Alagoas e a divisa com a Bahia. Ao final da obra, Sergipe terá 59% de sua malha de rodovias federais duplicada, do total de 320 km, sendo 204, 3km na BR-101. As obras de duplicação da BR-101(inseridas no PAC 2), na região Nordeste, são o maior empreendimento rodoviário do país, atravessando cinco estados e perfazendo 861 quilômetros de extensão.

O deputado federal André Moura reforçou o empenho de Quintella para retomada dos serviços de duplicação da rodovia. “As explicações já foram dadas, sabemos que todo processo é burocrático vai ser vencido, mas com celeridade, e eu sou testemunha, disse isso ao governador hoje, do seu emprenho para poder resolver porque quando tivemos reunião na semana passada você determinou a sua equipe aqui do Ministério dos Transportes se deslocasse até Aracaju para se somar com a equipe no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) lá, pra dar agilidade para que pudesse ser deflagrado o processo de licitação do trecho Estância até Cristinápolis e esse processo foi como dito aqui, aprovado hoje na diretoria colegiada do Dnit”.

BR-235
A duplicação da BR-235 também foi pauta. O governador Jackson Barreto tratou da autorização para que o estado de Sergipe possa fazer o estudo de viabilidade técnica e econômica de uma concessão para a duplicação da via por meio de uma Parceria Pública Privada.

“Estamos trabalhando há um bom tempo para viabilizarmos essa duplicação por meio de uma PPP, já que não há recursos no orçamento do Governo Federal para fazer uma obra desse porte. São mais de 60 quilômetros da entrada de Aracaju até Ribeirópolis, passando por Itabaiana. Hoje já existem gargalos nessa estrada, principalmente na região de Itabaiana, que é um importante polo de desenvolvimento econômico do estado”.

Shopping de Itabaiana
O governador também solicitou a liberação da construção de acesso ao Shopping Peixoto, em Itabaiana. O empreendimento gerará três mil empregos diretos e será entregue este semestre. “Atendendo uma solicitação do deputado Luciano Bispo e na presença do empresário Messias Peixoto, buscamos viabilizar o acesso ao shopping Peixoto. Mostramos ao ministro a importância desse empreendimento para o desenvolvimento econômico não só de Itabaiana, mas de todo o Agreste, já que serão gerados três mil empregos. É preciso que o DNIT estude a implantação de um contorno pela rodovia 235 para o empreendimento”.

Presenças
Participaram da audiência os secretários de Estado de Comunicação, Sales Neto; de Inclusão Social, José Sobral; de Infraestrutura, Valmor Barbosa; os deputados federais Adelson Barreto, Laércio Oliveira, Jony Marcos, Fábio Mitidieri, Fábio Reis; a deputada estadual Maria Mendonça, o representante do governo em Brasília, Heleno Silva.
 
 
Secretaria de Estado da Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano - Seinfra
Rua Vila Cristina, 1051 - Bairro São José - Aracaju/SE - CEP: 49020-150
PABX: (79) 3198-5300 / Email: gabinete@seinfra.se.gov.br
© 2016 Seinfra. Todos os direitos reservados.