Quarta-feira, 24 de maio de 2017.
Notícias
Atualizada em 16/02/2017
Jackson Barreto assina ordem de serviço para construção do Hospital do Câncer
Fotos
Na manhã de hoje, o governador Jackson Barreto assinou a ordem de serviço para o início das obras do maior projeto voltado à saúde pública de Sergipe. A ser edificado nas proximidades do Hospital de Urgências de Sergipe (HUSE), no bairro Capucho, o Hospital Especializado em Câncer Marcelo Déda Chagas tomará forma e trará alívio a centenas de pacientes que travam uma luta diária pela sobrevivência.

Com investimentos na ordem de R$ 59.699.504,74, dos quais R$ 14.532.861,24 foram recursos provenientes do Proinveste destinados aos serviços de terraplenagem e o restante assegurado pelo Ministério da Saúde e emendas parlamentares, a obra será executada pelo Governo de Sergipe por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano (Seinfra) em parceria com a Companhia Estadual de Obras Públicas (Cehop).

O hospital
Ocupando 27.772,98 m² de uma área total de 46.292,80 m², a unidade hospitalar terá cinco andares, nos quais serão distribuídos 120 leitos de internação para adulto, 70 a mais que os 50 disponíveis atualmente no Centro de Oncologia Osvaldo Leite, 30 para a internação infantil, 10 leitos para UTI adulto, 10 leitos para UTI infantil, 41 leitos para quimioterapia de adultos, 20 para infantil e seis salas para cirurgia. No último pavimento será feita a estrutura para a futura ampliação da internação adulta.

Com a disponibilização de equipamentos de última geração, o hospital terá tomógrafos, dois aceleradores lineares, duas salas de Raio-X e duas de ultrassonografia, dois bunkers, salas individuais para serviços de braquiterapia (espécie de radioterapia interna), ressonância magnética, mamografia, cintilografia, ECG, Pet Scan, Gama Câmara e fisioterapia, centro de tecnologia para transplantes de medula além de laboratório, farmácia, ambulatório, duas unidades de emergência, ensino e pesquisa, auditório, sala de estar família, espaços lúdicos e brinquedoteca para as crianças, além de dependências essenciais.

Na área externa será construído estacionamento com 577 vagas para veículos, sendo 15 destinadas às pessoas com mobilidade reduzida, 119 vagas para motocicletas e cinco vagas para táxis.

Obra revolucionária
Para o governador Jackson Barreto a data de hoje é mais do que especial. “Essa é uma obra há muito tempo esperada e sonhada pelos sergipanos, principalmente para aquelas pessoas que sofrem desse terrível mal que é o câncer. Eu posso dizer o quanto essa doença humilha as pessoas, porque convivi com pessoas na minha família que sofreram com ela. É uma luta muito grande, uma caminhada muito demorada e sofrida, mas hoje, Graças a Deus me sinto feliz com o lançamento de uma obra que já teve o início dos trabalhos com a terraplenagem”, disse.

O gestor explicou os próximos passos que a obra terá. “Com os recursos já definidos através de duas emendas da bancada federal com o apoio dos senadores e deputados, ela será iniciada o quanto antes. Para que seja concluída e com todos os equipamentos necessários teremos que conseguir recursos de aproximadamente R$ 51 milhões, ou seja, ao final, o hospital pronto e equipado terá investimentos de R$ 126 milhões. Teremos uma obra extremamente moderna e não passaremos mais o vexame de deixar os pacientes sofrendo porque o tomógrafo ou acelerador linear quebraram. Um projeto revolucionário que levará o nome do saudoso Governador Marcelo Déda”, frisou.

Obstáculos vencidos
De acordo com o Secretário de Estado da Infraestrutura, Valmor Barbosa os esforços foram válidos. “É uma alegria muito grande começar a segunda etapa dessa obra. Não foi fácil chegar até aqui, não do ponto de vista da capacidade do Governador Jackson Barreto em ir buscar recursos, mas dos entraves que surgiram. Tivemos de vencer vários obstáculos, pois o nosso país tem uma legislação burocrática excessiva. Quando essa obra estava para ser lançada, recebemos um relatório de recomendações para que pudéssemos mudar toda a logística, depois outro de que a obra teria de ter a garantia da totalidade dos recursos. Como temos um governo cuidadoso e responsável, tivemos de obedecer, correr atrás e resolver a questão financeira. Vencemos os desafios, licitamos a obra e contratamos”, revelou.

Ele ressaltou o apoio dos profissionais envolvidos e a qualidade do projeto. “Quero agradecer a toda a equipe da CEHOP comandada pelo engenheiro Caetano Quaranta e a equipe do DER que deram uma valiosa contribuição nesse projeto, bem como à equipe da Secretaria de Estado da Saúde. Do ponto de vista da engenharia e da arquitetura tudo é possível e esta será uma obra belíssima, os arquitetos estão de parabéns porque o projeto dialoga com o local, dar conforto, segurança, tranquilidade e ameniza o sofrimento de todas as pessoas que sofrem desse mal. Tenho 30 de anos de formado, mas essa é a obra mais importante em meu currículo, primeiro porque vi o sonho do Marcelo Déda ser realizado quando iniciamos a terraplenagem e segundo, porque trará alívio para os sergipanos”, declarou.

Valmor Barbosa disse ainda que a obra possui algumas peculiaridades e pediu a somação de esforços. “Ela tem uma característica especial não do ponto de vista da engenharia, porque a engenharia é capaz de resolver todos os problemas, tanto é que será construída em um terreno complicadíssimo, onde tivemos que substituir solo e trazer material do morro do avião para baratear e possibilitar sua execução, mas do ponto de vista sentimental, pois muitos tiveram ou tem na família e entre amigos, alguém acometido por essa doença. O desafio maior e a expectativa da população é que essa obra seja entregue dentro do cronograma previsto. Peço a todos que nos ajudem, porque a jornada ainda é muito grande, enfatizou”.

Por: Alex Santiago
Fotos: Jorge Reis
 
 
Secretaria de Estado da Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano - Seinfra
Rua Vila Cristina, 1051 - Bairro São José - Aracaju/SE - CEP: 49020-150
PABX: (79) 3198-5300 / Email: gabinete@seinfra.se.gov.br
© 2016 Seinfra. Todos os direitos reservados.