Quinta-feira, 27 de abril de 2017.
Notícias
Atualizada em 09/09/2016
Governador Jackson Barreto visita obras do Centro Especializado em Reabilitação para Deficientes
Fotos
O Governador do Estado, Jackson Barreto, acompanhado do Secretário de Estado da Infraestrutura, Valmor Barbosa, e de sua comitiva e imprensa, visitou o local da obra do Centro Especializado em Reabilitação para Deficientes (CER-IV). Um investimento está orçado em mais de R$ 16.830.000,00, sendo R$ 4.700.000,00 de contrapartida estadual do Proinveste, além de mais R$ 4.300.000,00 para aquisição de equipamentos, o que dará um total superior a R$ 21 milhões.

. “É uma obra histórica, posso afirmar que esse é o Governo que se preocupa com todos. Todas nossas escolas atuais reformadas e construídas contam com itens de acessibilidade e a prova maior está aqui, tomando forma. O Centro Especializado em Reabilitação que já está com 63% da obra em andamento. Um centro que hoje, já se tornou referencia nacional, pela sua modernidade e pelo compromisso com as pessoas com deficiência do Estado”, falou Jackson Barreto.

O Governador disse ainda que o Centro vai ter também convenio com a nossa Universidade Federal de Sergipe e contará com profissionais de diversas áreas: psicólogo, fonoaudiólogo, oftalmologia, otorrinolaringologia, ortopedia, traumatologia, neurologia, neuropediatra, psiquiatria, nutricionais, assistente social, enfermeira, pedagogo e psicopedagogo. “Esses profissionais trabalhando multidisciplinarmente demonstram a dimensão dessa obra e a importância que vai ter para quem vai usufruir destes serviços”, completou o Governador.

A Obra
São 140 operários trabalhando diariamente na obra. O espaço terá capacidade pra atender três mil pacientes por mês, garantindo às pessoas com deficiência desde a atenção clinica especializada até a reabilitação. O CER IV funcionará atrás do Centro Administrativo, atrás do Centro de Atenção à Saúde de Sergipe (Case), próximo ao Hospital Especializado em Câncer Governador Marcelo Déda Chagas.

O espaço físico contará com auditório, anfiteatro, parque infantil, brinquedoteca, biblioteca adaptada, sala de vídeo, refeitório, praça de alimentação, área para exposição e eventos, pátio coberto, sala de acolhimento familiar, consultórios médicos, consultórios para atendimento com psicólogo, fonoaudiólogo, fisioterapeuta, nutricionista, assistente social, enfermeiro, pedagogo e psicopedagogo. Sala multidisciplinar, para avaliação conjunta do paciente por profissionais de várias especialidades, sala para avaliação auditiva com cabine para audiometria e sala de reabilitação virtual e sal multiuso para orientação e mobilidade do deficiente visual.

Terá, também, sala para reabilitação e adaptação nas três deficiências (física, visual e auditiva) e para realização de atividades em grupo. Será construído, também, ginásio de fisioterapia ortopédica e piscina coberta e aquecida com rampas para pacientes em tratamento de hidroterapia.

Outra inovação é que na mesma área também será construída uma oficina ortopédica para produzir e fornecer órteses, próteses e meios auxiliares de locomoção, atendendo a pacientes oriundos do SUS no CER e de todo o estado.

“Até dezembro estaremos finalizando esta obra, que tem uma característica especial entre as demais, porque toda ela tem sua cobertura em alumínio, tem piscina aquecida, tem uma área muito grande de quase 28.000m², de área construída mais de 7.000m², e é uma construção térrea não tem pavimento superior justamente para se adequar as necessidades próprias da finalidade do local. Estamos fazendo um projeto para que as pessoas que aqui frequentem não tenham nenhum tipo de transtorno. São corredores largos, campo de futebol, todas as salas e banheiros com acessibilidade, todo o projeto foi minunciosamente pensado e foi reconhecido pelo Governo Federal para seguir de modelo. Sergipe vai ganhar um dos centros mais importante no trabalho para as pessoas com necessidades especiais”, explicou Valmor Barbosa.

O membro fundador da Associação dos Deficientes Visuais de Sergipe (Adevise), Jocivaldo Silva de Jesus, disse que o ganho será muito grande e. “É uma coisa que nós temos lutado e o governador tem se colocado a disposição buscando recursos, para nós com deficiência, pois são mais de 500 mil pessoas em Sergipe, sem contar os seus familiares. Se multiplicarmos esse número por três serão atendidos direta e indiretamente mais de 1,5 milhão de pessoas. O governo mostra sua preocupação com a pessoa com deficiência, hoje o governo manda para fora muitas pessoas para serem atendidas, e isso não será mais necessário. Seremos atendidos aqui mesmo, inclusive eu. Somos, hoje, 4.126 cegos em Sergipe, de acordo com o Censo de 2010”, contou.

Jocivaldo acrescentou ainda que essa obra é um marco histórico, pois é a partir do Governo Marcelo Déda e Jackson Barreto que as pessoas que tem necessidades especiais começaram a ter obras que pensassem em acessibilidade não só essa obra, mas a maioria das obras em escolas, quadras de esportes, Batistão, são muitas obras construídas ou reformadas que agora contam com itens que permitem acessibilidade de qualquer pessoa. “Isso é uma conquista histórica”, afirmou Jocivaldo.

Por Amanda Melo
Fotos Jorge Reis
 
 
Secretaria de Estado da Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano - Seinfra
Rua Vila Cristina, 1051 - Bairro São José - Aracaju/SE - CEP: 49020-150
PABX: (79) 3198-5300 / Email: gabinete@seinfra.se.gov.br
© 2016 Seinfra. Todos os direitos reservados.