Quarta-feira, 26 de abril de 2017.
Notícias
Atualizada em 12/02/2015
Jackson Barreto é recebido por oito ministros e garante conquistas para Sergipe
Novo aeroporto de Aracaju,Canal de Xingó, adutoras, hospitais , Carnalita e rodovias estão entre as prioridades do governo
Fotos
O governador Jackson Barreto passou o inicio da semana buscando investimentos e recursos para obras estruturantes em Sergipe. Em Brasília, Jackson reuniu-se com oito ministros e secretários de Estado para discutir o andamento de obras como a rodovia Santa Luzia- Castro, terminal pesqueiro e Centros de Iniciação ao Esporte. Com o ministro da Saúde, Arthur Chioro, Jackson assegurou a instalação de Acelerador Linear para a Unacon (Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia) do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse). Com o novo aparelho, a unidade poderá duplicar a capacidade de atendimento radioterápico.

O ministro Chioro também sinalizou positivamente para a qualificação de 16 Unidades de Suporte Avançado (USAs) e 43 Unidades de Suporte Básico (USBs) do Samu. Com a alteração requerida, os repasses ao Estado terão incremento superior a R$ 500 mil mensais para o Fundo Estadual de Saúde.

Outro destaque foi a renovação da qualificação da Central de Regulação Samu 192. Com ela, Sergipe permanecerá recebendo cerca de R$ 62 mil por mês. Também consta da lista das prioridades do ministro o aporte de custeio de R$ 5 milhões mensais para os hospitais regionais de Nossa Senhora da Glória, Nossa Senhora do Socorro e Itabaiana.

Adutoras
Já com o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, Jackson Barreto conseguiu a liberação de recursos para ampliação e duplicação de três adutoras em Sergipe, integrantes do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Seca. Na mesma audiência, Occhi prometeu agilizar verbas para combater os efeitos da estiagem.

As parcelas do PAC Seca que serão liberadas referem-se às faturas de dezembro último. Serão atendidas as obras das adutoras do Alto Sertão (Ribeirópolis, Moita Bonita, Nossa Senhora Aparecida, São Miguel do Aleixo e Nossa Senhora da Glória) e Sertaneja (Aquidabã e Canhoba), além do sistema de abastecimento de água de Umbaúba, Tomar do Geru e Itabaianinha. Jackson destacou a importância das obras para o sistema hídrico do estado. “As obras estão melhorando a autoestima da região. Em algumas regiões, faltava água há mais de vinte anos”, relatou.

Estiagem
O governador discutiu também as medidas de combate aos efeitos da seca nos municípios em situação de emergência. Occhi assegurou a liberação de R$ 10,2 milhões para aplicar em ações que amenizem os efeitos da seca. Já decretaram situação de emergência os municípios de Monte Alegre, Nossa Senhora da Glória, Poço Redondo, Poço Verde, Frei Paulo, Canindé e Gararu. Outros cinco estão em processo de decretação: Porto da Folha, Carira, Nossa Senhora Aparecida, Itabi e São Miguel do Aleixo.

Aeroporto
A ampliação do aeroporto Santa Maria, a implantação do canal Xingó e o projeto Carnalita foram temas da audiência entre Jackson e o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante. Depois de informar que as obras de modernização do Aeroporto Santa Maria, na capital, incluindo a nova pista e o pátio de aeronaves, estão em fase adiantada, Jackson Barreto cobrou a inclusão da construção do terminal de passageiros no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). O ministro, ao explicar as dificuldades atuais de liberação de recursos pela União, sugeriu que o novo terminal seja construído em regime de concessão.

Entre os projetos estruturantes mais impactantes para o Estado, o Canal de Xingó também mereceu destaque na pauta. No mesmo estilo, Mercadante telefonou para o ministro Gilberto Occhi, da Integração Nacional, inquirindo-o sobre a obra. “O ministro informou que o projeto Xingó está avançando bem”, relatou, imediatamente, o chefe da Casa Civil. Destaque da agenda do governador com a presidenta Dilma Rousseff, o projeto do canal está em fase final de elaboração pela Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf).

Nesta quarta-feira, 11, Jackson foi recebido pelo ministro da Secretaria de Aviação Civil, Eliseu Padilha. Na ocasião, ele assegurou ao governador empenho pessoal para garantir a construção do novo terminal de passageiros do Aeroporto de Aracaju. Com as obras do entorno do aeroporto em fase de conclusão (com recursos próprios do Estado) e a ampliação da pista de pouso e decolagem, prevista para este ano, restará a obra do novo terminal para que o aeroporto seja completamente modernizado. O principal pleito do Governo de Sergipe é que o terminal, orçado em R$ 341 milhões, seja incluído no Programa de Aceleração do Crescimento 3 (PAC 3), assegurando celeridade do início das obras.

Durante a audiência, o governador foi informado pela assessoria técnica do ministro de detalhe relevante das obras de modernização do Aeroporto Santa Maria. Revestimento especial aplicado sobre a pista garantirá a Aracaju a mais moderna pista dos aeroportos brasileiros, com "padrão das melhores do mundo".

Carnalita
Essencial para suprir parte do déficit em fertilizantes consumidos pelo Brasil, a extração de carnalita pela Vale do Rio Doce mantém-se no topo das prioridades do Governo do Estado. Do ministro, o governador cobrou a manutenção do Projeto Carnalita informando que não há mais conflitos entre os municípios de Capela e Japaratuba sobre a localização da usina.

Mercadante, então, telefonou para Murilo Ferreira, presidente da Vale. O executivo informou que, ainda em março, deverá ir pessoalmente a Sergipe. O Projeto Carnalita, de cujo minério extrai-se o potássio, essencial para agricultura, prevê geração de 1.000 empregos diretos e 2.750 indiretos na fase de operação. Nas duas fases de implantação, a obra deverá despender R$ 4 bilhões.

Turismo
Entre as demandas levadas para Brasília, Jackson apresentou ao secretário-executivo do ministério do Turismo, Alberto Alves, a urgência da liberação dos recursos para a conclusão da estrada que liga Santa Luzia do Itanhy à praia do Crasto, no sul do estado. O governador informou que 65% das obras já estão concluídas e que é urgente completar a estrada antes do início das chuvas, previstas para março. A obra é essencial para a região que concentra a maior população do Sul sergipano.

Esporte
O incentivo ao esporte também foi discutido na capital federal. Em reunião com o ministro do Esporte, George Hilton, Jackson garantiu apoio para transformar o Estádio Adolfo Rollemberg, no Conjunto Agamenon Magalhães, em Aracaju, num Centro de Treinamento Esportivo.

Muito elogiado pelo ministro e sua assessoria, o Governo de Sergipe é considerado modelo para a pasta do Esporte. Como prova, o ministro anunciou que Aracaju, Itabaiana, Lagarto e São Cristóvão serão contemplados com Centros de Iniciação ao Esporte (CIE), projeto do Ministério do Esporte.

O Ministério do Esporte desenvolveu a concepção do Centro de Iniciação ao Esporte (CIE) no âmbito da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). O objetivo dos Centros de Iniciação ao Esporte é ampliar a oferta de infraestrutura de equipamento público esportivo qualificado, incentivando a iniciação esportiva em territórios de alta vulnerabilidade social das grandes cidades brasileiras. O projeto integra, num só espaço físico, atividades e a prática de esportes voltados ao esporte de alto rendimento, estimulando a formação de atletas entre crianças e adolescentes.

Pesca
Já o ministro da Pesca e Aquicultura, Helder Barbalho, assegurou vir pessoalmente ao Estado para assinar o convênio para construção do Terminal Pesqueiro de Aracaju. Com o apoio do ministério, o governador garantiu buscar o apoio da prefeitura da capital.

Educação
Com o ministro da Educação, Jackson falou sobre a modernização do sistema educacional de Sergipe. O ministro Cid Gomes colocou-se a disposição e prometeu agilizar a federalização do Hospital Regional de Lagarto e a implantação do Campus do Sertão, da Universidade Federal de Sergipe (UFS).

Em longa reunião, o secretário de Educação, Jorge Carvalho, expôs ao ministro o interesse de trazer a Sergipe parte do modelo educacional bem sucedido do Ceará, governado pelo então governador Cid Gomes. Disposto a "avançar na educação", o governador destacou que o Ceará conseguiu elevar o Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) durante a gestão de Gomes.

O ministro, há pouco mais de um mês no cargo, estimulou o secretário de Educação a procurar a presidência do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) como forma de estreitar a relação do Estado com o MEC. Gomes disse que estuda formas de agilizar o repasse de recursos do ministério para os estados, como a realocação de verbas e a agilização de financiamentos - para reforma de escolas, por exemplo.

Agricultura
O governador Jackson Barreto obteve do ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, o aval de sua pasta à liberação de recursos destinados à federalização da área de irrigação Jacarecica II. Na audiência, nesta quarta, 11, em Brasília, ficou acertado que o desembolso agora dependerá apenas da área econômica do governo.

No total, serão R$ 3,1 milhões destinados ao projeto que beneficiará 250 famílias de trabalhadores rurais sem terra. Localizado entre os municípios de Malhador, Areia Branca e Riachuelo, o projeto foi criado pelo governo de Sergipe para estimular a produção agrícola na região.

A verba federal servirá também para indenizar benfeitorias erguidas de boa fé em 11 lotes inseridos neste perímetro, atualmente em domínio de terceiros. O assentamento, que passará a ser gerido pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), ocupa área de 840 hectares.

O valor que será desembolsado é referente às parcelas de dezembro de 2014 e março de 2015. José Sobral, secretário de Saúde, e Conceição Vieira, representante de Sergipe em Brasília, assessoraram o governador.
 
 
Secretaria de Estado da Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano - Seinfra
Rua Vila Cristina, 1051 - Bairro São José - Aracaju/SE - CEP: 49020-150
PABX: (79) 3198-5300 / Email: gabinete@seinfra.se.gov.br
© 2016 Seinfra. Todos os direitos reservados.