Quinta-feira, 27 de abril de 2017.
Notícias
Atualizada em 09/10/2013
Jackson Barreto visita obra do Anel Viário no entorno do Aeroporto
Obra de construção da primeira etapa do Anel Viário terá investimento superior a R$ 50 milhões, oriundos do Governo de Sergipe, promovendo uma revolução para mobilidade urbana em Aracaju
Fotos
Um conjunto de obras grandiosas que remodelará a mobilidade urbana e o desenho da capital sergipana, fortalecendo o turismo e possibilitando maior desenvolvimento, conforto e qualidade de vida para os aracajuanos. Ciente desta importância, o governador em exercício, Jackson Barreto visitou na tarde desta quarta-feira, 9, ao lado do secretário de Estado de Infraestrutura, Valmor Barbosa, a obra de construção da primeira etapa do anel viário do entorno do Aeroporto Santa Maria, que terá um investimento superior a 50 milhões de reais, oriundos do Governo de Sergipe.

Esta fase inicial é realizada em duas frentes de trabalho. A primeira no conjunto Santa Tereza, onde o canal atual está sendo ampliado e revestido em concreto numa extensão de 836 metros e na sequência será feita a duplicação da avenida José Menezes Prudente no próprio conjunto. Já a segunda frente, que foi a primeira a ser iniciada, é a duplicação da avenida Alexsandro Alcino Porto, que vai da Avenida Heráclito Rollemberg até a avenida Padre Arnóbio (Rota de Fuga).

De acordo com Jackson Barreto o conjunto de obras ligará toda a zona Sul com a área de expansão. “A avenida Padre Arnóbio faz a ligação com toda a zona de expansão de Aracaju e projetamos também uma nova avenida que, sai do Padre Arnóbio, no fundo do aeroporto, e faz ligação com a Marechal Rondon, que é a avenida que passa em frente ao campus da Universidade Federal de Sergipe. Surge aí uma nova zona de expansão de Aracaju, uma ligação de toda a Zona Sul com a área de expansão, isso é uma obra de mobilidade urbana, uma obra do Governo do Estado, que prepara, também, agora o fundamental que é a pista de pouso e decolagem que já foi licitada”, explicou o governador, ressaltando que a obra atende o clamor popular daqueles que foram às ruas pedir melhorias na mobilidade urbana.

“Realmente uma revolução em termos de obras, em termos de mudanças totais do aspecto físico da cidade nesta região, ou seja, vamos melhorar a qualidade de vida do povo aracajuano, permitir um salto na mobilidade urbana e fazer ligações de Aracaju em toda sua zona Sul, ligando a saída da capital com a zona de Expansão em poucos minutos. A maior contribuição que esta obra pode dar, além do conforto proporcionado aos cidadãos e de termos um aeroporto de qualidade, é o trabalho que se faz para facilitar a vida das pessoas com a mobilidade que essas novas avenidas em torno do aeroporto irão dar aos aracajuanos. Mobilidade urbana que é a palavra de ordem das ruas de Aracaju. Aracaju nunca viu uma obra tão importante, tão grandiosa quanto esta, que vai melhorar sensivelmente a vida dos aracajuanos”, colocou Jackson Barreto.

A moradora-fundadora do Conjunto Santa Teresa, Lúcia Andrade, de 54 anos, concordou com as palavras de Jackson Barreto. Para a dona de casa, a cobertura do canal e a duplicação da avenida eram sonhos da população local. “Vai melhorar a vida da população, hoje tem muita muriçoca e só de acabar com essas muriçocas é uma bênção. Vai ficar mais movimentado, valorizar as residências também. Antes aqui era tudo mato e agora vai ter que passar por aqui para ir aos conjuntos novos. O senhor mora aqui no meu coração”, declarou a moradora, ao se dirigir a Jackson Barreto, a quem é grata, pois foi Jackson, quando prefeito da capital, que também asfaltou a avenida onde ela mora.

Revolução, mobilidade e modernidade
Com 4,6 km de pista total, a obra vislumbra uma nova perspectiva para a capital sergipana. “Com essa obra do anel viário, o Estado dá o passo inicial para essa revolução da qual Jackson falou. O Estado entregou os projetos à Infraero para ela fazer a pista de pouso e decolagem, o novo terminal, e com esta obra dá o ponta pé inicial para àquelas obras de ampliação ao redor do aeroporto e para integrar todas as rodovias, no sentido Oeste, Norte. Essas avenidas, essa obra viária que estamos fazendo é como o governador falou, uma revolução na mobilidade, justamente em uma das áreas mais importantes e de maior conflito que abrange a Heráclito Rollemberg, a Tancredo Neves, a parte do JK, Sol Nascente, Santa Lúcia, que hoje só tem como alternativa a Tancredo Neves. Estas avenidas, jutas com estas que estamos fazendo, monta um quebra-cabeça que permitirá no futuro a população transitar com mais conforto e segurança”, reforçou o secretário Valmor Barbosa.

A obra está prevista para ser concluída entre setembro e outubro de 2014. Para Jackson, esta primeira parte, que são as avenidas, duplicadas, com canteiro central, iluminação e logo em seguida a obra da pista de pouso de decolagem e a estação propriamente dita, o aeroporto, refletem uma nova história para Aracaju.

“Aqui está se construindo uma nova Aracaju, o Governo do Estado tomou a iniciativa de fazer este projeto com o apoio da presidente Dilma Rousseff. Não podemos deixar de registrar que isso foi um esforço muito grande do governador Marcelo Déda e do secretário de Infraestrutura, Valmor Barbosa, e que estamos dando continuidade à execução desta obra que dialoga ainda, de forma muito clara, com o fortalecimento do turismo da nossa cidade e estado. A qualidade do novo aeroporto que vamos construir agora será a porta aberta para triplicar o turismo no nosso estado. Se durante um ano chegamos a um milhão, com este aeroporto podemos chegar a dois milhões de turistas em Aracaju. É modernidade com mobilidade, com conforto, segurança e qualidade de vida”, destacou Jackson.

Ordem de serviço
Jackson comunicou que no dia 25 de outubro o ministro da Aviação Civil, Moreira Franco, e o presidente da Infraero, Gustavo do Vale, estarão em Sergipe para dar ordem de serviço para a construção do aeroporto.

“Primeiro a pista de pouso e decolagem, que já foi licitada, e em seguida o novo Terminal de Passageiros (TPS), que deverá ficar mais ou menos em frente ao Conjunto Santa Tereza. Toda a obra terá um investimento em torno de R$ 50 milhões (somando esta com a segunda etapa) por parte do Governo do Estado. Além dessa obra macro que está sendo feita, vamos fazer a urbanização das Malvinas, que é aquela área vizinha ao Colégio Santos Dumont, onde serão investidos mais oito milhões de reais para realização de drenagem, pavimentação, esgotamento sanitário e área de lazer”, afirmou o governador em exercício.
 
 
Secretaria de Estado da Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano - Seinfra
Rua Vila Cristina, 1051 - Bairro São José - Aracaju/SE - CEP: 49020-150
PABX: (79) 3198-5300 / Email: gabinete@seinfra.se.gov.br
© 2016 Seinfra. Todos os direitos reservados.