Sábado, 29 de abril de 2017.
Notícias
Atualizada em 13/08/2013
Jackson Barreto e Fernando Bezerra assinam autorização para Canal de Xingó
Projeto terá extensão superior a 300 km e vai beneficiar sete municípios, localizados nos estados de Sergipe e Bahia
Fotos
A região do semiárido de Sergipe inicia um novo ciclo de desenvolvimento econômico e produtivo com a autorização para a construção do Canal de Xingó, assinado na manhã desta sexta-feira, 9. Localizado entre os estados de Sergipe e Bahia, o canal terá extensão de 305 quilômetros e levará água para os municípios Canindé de São Francisco, Nossa Senhora da Glória, Monte Alegre, Poço Redondo, Porto da Folha, Paulo Afonso e Santa Brígida que historicamente sofrem com a seca. A obra foi autorizada pelo ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, durante Seminário de Políticas Públicas para o Turismo no Nordeste e contou com a presença do governador em exercício Jackson Barreto, do presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales São Francisco e do Paranaíba (Codevasf), Elmo Vaz, e do ministro do Turismo, Gastão Vieira.

“O canal de Xingó é a mais importante obra hídrica da história de Sergipe, porque não só vai ampliar a oferta de água, ensejando a tão sonhada segurança hídrica para as cidades do semiárido sergipano, mas quando a conclusão de toda sua extensão vai permitir o abastecimento de água em Aracaju. Este empreendimento vai gerar emprego, renda e vai criar condições de atrair empreendimentos do setor industrial, de serviços, comercial para o estado de Sergipe. Uma obra na qual os estudos de viabilidade estão sendo realizados já para fim de contratação, através de RDC, e com boas chances de ser viabilizado no mandato atual da presidenta Dilma. A primeira etapa do canal de Xingó é um trecho de 130 quilômetros e está orçada em pouco mais de R$ 2 bilhões”, declarou Fernando Bezerra.

O projeto orçado em R$ 2,2 bilhões será executado pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC2), está dividido em três partes e consiste na captação e distribuição de água do rio São Francisco para os municípios de Sergipe e Bahia. A primeira parte terá 130 quilômetros de extensão e ligará Santa Brígida, na Bahia, a Poço Redondo, beneficiando cerca de 70 mil pessoas. Com vazão máxima de 33 metros cúbicos por segundo, o Canal de Xingó terá sua nascente em Paulo Afonso, na Bahia. De lá, por gravidade, a água percorrerá os primeiros 103 quilômetros do empreendimento, de Paulo Afonso até Poço Redondo, em Sergipe, na área do perímetro de irrigação Jacaré-Curituba.

Os benefícios do Canal de Xingó se direcionam ao desenvolvimento da agricultura irrigada, fortalecimento do sistema de pecuária leiteira, agroindústria, apicultura e piscicultura. Em soma, ainda alavancará o potencial turístico em toda a área que cobre a região dos cânions de Xingó.

Em seu discurso, Jackson Barreto relembrou o empenho do governador Marcelo Déda para a construção do sistema adutor.

“Esse é um dia histórico para Sergipe. Os projetos aqui anunciados fazem parte da gestão Marcelo Déda, que tanto lutou por essas conquistas e que vem mudando a realidade social e econômica de nosso estado. O canal de Xingó nascerá na região de Santa Brígida, na Bahia, chegando até Poço Redondo, são R$ 2,2 bilhões de investimento transformando em realidade o sonho do povo sergipano do semiárido. Com o Canal de Xingó, não teremos mais caminhões-pipa. Esta obra representa a libertação do povo do semiárido, as águas da integração”.

Com o projeto, o Governo de Sergipe pretende também maximizar a oferta de recursos hídricos no Alto Sertão sergipano e, com isto, erradicar a pobreza no semiárido, região que concentra os mais baixos Índices de Desenvolvimento Humano (IDHs) do Estado.

“A Codevasf tem uma atuação significativa em Sergipe. Hoje estamos oficializando o edital da primeira etapa do canal de Xingó, através de Regime Diferenciado de Contratação (RDC), que vai agilizar a execução do projeto e esperamos concluí-lo em sete meses e lançar o edital de obras em 2014. Estamos também revitalizando os projetos de irrigação do baixo São Francisco, com recursos na ordem de R$102 milhões, cujas licitações já estão em andamento”, diz o presidente da Codevasf, Elmo Vaz.
 
 
Secretaria de Estado da Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano - Seinfra
Rua Vila Cristina, 1051 - Bairro São José - Aracaju/SE - CEP: 49020-150
PABX: (79) 3198-5300 / Email: gabinete@seinfra.se.gov.br
© 2016 Seinfra. Todos os direitos reservados.